30
nov
As fotos manipuladas de um tritão indonésio

Sei que não é comum ter post por aqui em pleno domingo (nem em qualquer outro blog talvez, kkkk) mas como hoje é o último dia do Novembro Azul, resolvi abrir uma exceção.  Antes de começar, só queria explicar o que é Novembro Azul: assim como o Outubro Rosa, redirecionado a mulheres e ao câncer de mama, Novembro Azul é uma campanha que serve para alertar a importância do exame de próstata nos homens. Aliás, Durante todo esse mês postei fotos de tritões no Facebook e Instagram, vocês viram? O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura em casos de câncer no local, portanto, tritões leitores do Sereismo: previnam-se!

Agora podemos começar!

Bom, um indonésio que usa o username Aryo86Dityo no DeviantArt tem uma galeria na plataforma apenas com imagens manipuladas de um tritão. Como o rosto é sempre o mesmo, acredito que seja ele próprio nas fotos. E como as edições são bem bonitas, achei que seria uma boa homenagem ao Novembro Azul, já que é tritões não são muito vistos por aí :)

tritaoindonesio03

tritaoindonesio02

tritaoindonesio04

tritaoindonesio01

tritaoindonesio05





Camila Gomes





26
nov
A loja de caudas do Mertailor

Já falamos aqui sobre onde você pode achar caudas para comprar virtualmente e o primeiro da lista foi o Eric Ducharme, mais conhecido como Mertailor (em português livre seria “tritão alfaiate”). A novidade é que agora ele abriu uma loja física de suas maravilhosas caudas!

mertailor04

Acredito que essa seja a primeira loja física de caudas de sereia/tritão que existe no mundo. Além de caudas, ele vende também camisetas e outros acessórios sereísticos especiais para nado.

mertailor02

mertailor03

Para quem estiver pelos Estados Unidos e quiser conhecer – e quem sabe até adquirir uma sonhada cauda – o endereço é 1570 North Meadowcrest Boulevard – Crystal River – Florida.

O trabalho do Eric é super conhecido, não só pela beleza e capricho como também pela experiência dele, que ta no ramo desde os 13 anos de idade! Para se ter uma noção, foi ele quem fez a cauda que a Lady Gaga usa no clipe “You and I”, de todas as modelos do Project Mermaids e da sereia que está na capa do livro “The Twice Lost”, da Sarah Porter (que, por sinal e infelizmente, não foi traduzido pro Brasil). Aliás, olha essa última ali na fachada da loja! Ah, e esses foram só alguns exemplos, viu?!

mertailor01

Se algum tritão ou sereia leitor(a) for visitar a loja do Eric, por favor mandem fotos 😀 Vamos adorar ver!

* Todas as imagens do estabelecimento foram retiradas do Facebook do Mertailor.





Camila Gomes





17
set
Profissão Sereia

No domingo passado o Hugo Gloss postou uma foto da Hannah Mermaid em seu Instagram e trouxe o assunto “sereia” a tona. A conta da Hannah foi invadida por comentários em português, todos curiosos e maravilhados com a beleza incomum da australiana. Tudo porque ela aparece embaixo d’água portando uma cauda em todas as suas fotos. E isso, obviamente (pelo menos para nós, acostumados com o mundo sereístico rs), se deve ao fato dela ser uma sereia profissional.

profissaosereia_hannah

Pera aí, Camila. Sereia profissional? Isso existe?

Sim! No Brasil já vi até blogs listando essa uma das profissões mais bizarras do mundo. E não é pra menos, afinal no nosso país temos apenas uma sereia reconhecida mundialmente como a primeira sereia profissional brasileira: Mirella Ferraz. Ela, sozinha, quebrou barreiras do preconceito (que, infelizmente, rola muito por aqui com tudo que é considerado diferente demais) e ~mergulhou~ com tudo no seu sonho.

Mirella Ferraz na revista gringa Mermaids & Mithology

Mirella Ferraz na revista gringa Mermaids & Mithology

Lá fora, a profissão é bem mais conhecida e aceita. Exitem milhares de sereias e tritões profissionais que seria até impossível listar todos aqui. A maioria vem dos Estados Unidos e Europa, e pelas minhas pesquisas, nos EUA é necessário até uma licença para atuar na área. Aparentemente (e surpreendentemente) não é necessário ser mergulhador profissional, apesar de eu achar que esse é um fator imprescindível. As mais bem sucedidas conseguem ficar até 3 minutos submersas!

A única coisa em comum entre todos dentro desse cargo são as apresentações. Uma sereia/tritão profissional costuma se apresentar em festas e aquárioso de São Paulo mesmo já recebeu a própria Mirella e até outras sereias, entretanto essas são apenas atletas de balé aquático que fazem performances como sereias por “bico”.

Pois é, a vida de sereia profissional pode se estender por diversas práticas. Algumas delas, além dos shows, produzem caudas e vendem ao público através de lojas virtuais. É o caso da alemã Kat e da Mirella, por exemplo.

profissaosereia_mermaidkat

Mermaid Kat

Outra função praticada pela maioria das sereias é a de ativista. Muitas delas são o que são por amarem o oceano e sua flora e fauna,  então aproveitam a sua ligação com a água e organizam campanhas e outras atividades que podem, de certa forma, ajudar e conscientizar o público a cuidar do meio ambiente.

A Hannah mesmo já fez vários vídeos em campanhas a favor de animais marinhos, como tubarões, e também aparecendo em programas televisivos como o Shark Week. Atualmente ela tem filmado um documentário chamado “Tears of a Mermaid(tradução: “Lágrimas de uma sereia“) no qual o objetivo é mostrar uma jornada dentro da beleza da vida oceânica e olhar de perto o que a humanidade está fazendo para destruí-la. Assista abaixo uma prévia do filme:

Já a sereia Raina foi para o lado da literatura, assim como a Mirella (a Mi é autora de dois romances que já falamos sobre aqui e aqui), e escreveu um livro exclusivamente sobre a sua profissão, intitulado “Fishy Business: How to be a mermaid(em português livre: “Negócio de peixe: Como ser uma sereia“). O prefácio quem assina é Carolyn Turgeon, autora de “Mermaid – Uma reviravolta no conto original(resenha aqui). Espero ansiosa a tradução e venda da obra de Raina aqui no Brasil, haha!

profissaosereia_rainamermaidbook

infografico_sereiaprofissional_byraina

Infográfico feito originalmente pela Raina Mermaid. Traduzido por mim. Clique para ampliar.

Workshops também são validos, mas para isso você deve ser, no mínimo, técnico em imersão. Afinal de contas, você estará lidando com a segurança de terceiros e é ilegal palestrar o que não sabe.

Ah, e a carreira não é só para mulheres, não. Muitos homens também seguem esse sonho e se tornam tritões. Dois exemplos são o bem sucedido Eric Ducharme, que produz as caudas mais famosas e desejadas de toda a internet, e o tritão francês Aden (foto abaixo).

profissaosereia_mermanaden

E aí, se interessou? A Mirella dá a dica para quem quer começar carreira:

“Primeiramente você deve amar água, se sentir muito bem dentro dela, não ter medo de frio, de ambientes escuros ou da profundidade. Tem que amar e respeitar o mar e os animais, isso é essencial. E também, é claro, para quem ama e gosta desse universo, tem que estudar um pouquinho, se interessar pelo assunto e, se possível, treinar a apneia.”

Vale lembrar que ser uma sereia de sucesso não basta ter uma cauda e tirar fotos. É necessário ter noção e experiência avançada em mergulho, afinal sereia tem que mostrar que sabe nadar, não é mesmo?! Mas tomem cuidado antes de treinar tudo por si só, pois não é algo fácil que dá para aprender sozinho. Pelo contrário, aprender com profissionais e se especializar para fazer bonito embaixo d’água é fundamental – tanto para a sua própria segurança como também para não pagar mico.

E se você acha que ser sereia não é a sua ~praia~, mas adoraria ter a oportunidade de ver uma em ação, abaixo tem alguns sites de firmas que oferecem esse serviço, incluindo a venda caudas e até aulas de mergulho – sendo muitas delas mantidas por sereias profissionais conhecidas, como por exemplo a sereia Melissa.

Infelizmente todas são gringas :/ Espero que com a popularidade do Hugo Gloss o seu post sobre a Hannah se torne viral e faça o Brasil e os brasileiros aceitarem melhor o meio das sereias!





Camila Gomes