10
dez
O site MerDirectory

Quem gosta de sereias está acostumado a ver vídeos e fotos de sereias e tritões profissionais, juntar dinheiro para comprar a tão sonhada cauda de silicone e a assistir olhares julgadores e duvidosos quando diz que comprou uma monofin. Mas para muita gente, esse mundo é bem distante e chocante.

Fotos retiradas do site oficial do Merman Christian

Fotos retiradas do site oficial do Merman Christian

Mas mal sabem eles que tudo isso é tão comum lá fora! Tanto que existe até um site que reúne todo e qualquer tipo de informação relacionada a essa profissão e seus adeptos. O MerDirectory foi criado para ajudar quem quer comprar uma cauda, contratar os serviços de uma sereia ou tritão, ou até mesmo de fotógrafos especializados em fotos subaquáticas, achar uma escola de sereias (sim, existem, muitas) e ainda aponta qual evento temático irá acontecer próximo de sua cidade. Além disso, também há uma lista com lugares ao redor do mundo onde pode ser encontrada estátuas ou outras referências de sereias. Muito incrível!

merdirectory

Para quem quer se aventurar no MerDirectory pode se cadastrar e criar lista de desejo, trocar mensagens com outros membros, se inscrever em outros sites e blogs que falam sobre sereias (alô, Sereismo!) e até mesmo fazer seu próprio anúncio dentro do site. É como se fosse um fórum/rede social só para merpeople!

Se você gostou, não deixe também de curtir a página Mermaid Directory no Facebook 😀





Camila Gomes





16
nov
O tritão brasileiro P.H Amâncio

Para celebrar o Novembro Azul, mês de conscientização da saúde masculina, resolvi entrevistar o Pedro Henrique Amâncio, mais conhecido como Tritão P.H.

phamancio01

O jovem cearense é muito conhecido entre os amantes de sereias brasileiros. Apesar de não ser um tritão profissional propriamente dito, ele nada feito um com sua cauda azul confeccionada pela sua amiga e também sereia Mirella Ferraz.

phamancio02

O P.H foi o primeiro cliente homem da MS Fins (marca de caudas da Mirella) e foi assim que nasceu a amizade deles. O sortudo já teve até a chance de nadar junto com ela! Sonho de muita gente!!!

phamancio_mirellaferraz

Mas antes de se tornar o famoso Tritão P.H, Pedro conta que sofreu bastante preconceito e bullying por conta de sua paixão. Desde criança era encantado pelo mundo das sereias e já demonstrava todo seu talento para a arte criando historias em quadrinhos envolvendo seres místicos do mar na escola. Como seus colegas de classe constantemente zombavam de seu hobby, ele se viu obrigado a deixar as sereias de lado por um tempo. Até que um dia conheceu amigos de verdade que o apoiaram e ele pode, finalmente, voltar a ser ele mesmo.

phamancio04

Formado em design gráfico, P.H já teve um blog intitulado Vida de Tritão, onde além de fazer posts sobre sereias em geral, também publicava seus desenhos e capítulos do conto de mesmo título, que era praticamente uma história autobiográfica. Perguntado se ele teria intenção de continuar (ele parou o projeto por falta de tempo) ou até mesmo escrever um livro, P.H respondeu que talvez mais para frente realize esse sonho, e que inclusive já pensou em outra narrativa que teria até uma personagem inspirada na Mirella.

phamancio_vidadetritaobanner

Atualmente, o tritão mantém apenas seu canal no YouTube, onde divulga vários vídeos super interessantes e divertidos sobre sereias. 

Para finalizar, pedi ao P.H que deixasse uma mensagem especialmente aos tritões Brasil afora:

“Nós, tritões e sereias que vivem na terra, estamos aqui pra dar cor ao mundo, mostrar nosso amor pelo mar, pelo místico, pelas sereias, e representar a liberdade. Queremos inspirar as pessoas a serem tudo o que elas quiserem ser! Se você é um garotinho e sonha em ser tritão, mas não pode porque seus pais não deixam ou sofre bullying por isso, apenas repita no espelho ‘EU SOU UM TRITÃO’, e seu coração já vai saber. Afinal, o mar ama todo mundo que ama ele.”

phamancio03

E nós, aqui do Sereismo, apenas desejamos que o preconceito contra tudo que é considerado diferente seja abstraído da cabeça das pessoas. Se eles soubessem o quanto isso pode limitar o sonho de alguém, teriam vergonha de pensar dessa maneira.

Parabéns ao P.H e que ele continue inspirando muitos garotos a seguirem sua paixão sem medo e sem vergonha! <3

Agora, a novidade: o Pedro é o mais novo colaborador a integrar o time do blog Sereismo! 😀 Seu carisma, criatividade, talento e total conhecimento sobre o assunto nos cativaram e, depois do bate-papo, foi impossível não fazer o convite! Seja bem-vindo, tritão!!! 





Camila Gomes





1
out
O homem-sereia da Polônia

  • Antes de começar o post, sabemos que, em português, o masculino de sereia é tritão, mas nesse caso em particular a criatura ficou conhecida como homem-sereia, por isso mantivemos o termo, ok?! 😉

Um vídeo que pipocou na internet essa semana mostra uma equipe retirando o que parece ser uma criatura metade homem, metade peixe, da beira de um rio. As imagens foram parar em sites como Daily Mail e The Mirror, e aguçou a curiosidade dos internautas. Logo o local foi reconhecido como sendo o rio Vístula, na Polônia.

A gente já tinha contado aqui no blog como as lendas de sereias são fortes na Polônia, lembra? Mais precisamente na cidade de Varsóvia, que por sinal fica nas proximidades de onde o tal vídeo foi gravado.

Muitas pessoas ficaram em dúvidas se realmente essa era a prova definitiva da existência de sereias, ou se tratava-se de mais uma manipulação de imagens. Eis que o blog Assombrado acabou com todos esses questionamentos e gravou um vídeo esclarecedor. Nele é explicado que, na verdade, tudo não passa de um viral da própria prefeitura de Varsóvia, em campanha para novos cidadãos varsovianos. O uso de uma sereia faz sentido, afinal, como eu disse anteriormente, eles realmente gostam dessas lendas e não é de hoje!

E vocês, o que acham? Eu acredito que, mesmo que algo assim seja verdadeiro, as autoridades jamais admitiriam. Quantos vídeos convincentes já surgiram e que foram desmentidos em seguida? Não aceitarei a afirmação de que sereias não existem apenas por nunca terem provado sua existência. Ainda restam 95% de áreas oceânicas totalmente desconhecidas pelo homem, ou seja, ainda resta muita esperança <3





Camila Gomes