26
jul
A série H2O Meninas Sereias

H2O Meninas Sereias (em inglês H2O Just Add Water) é um seriado infanto-juvenil australiano lançado em 2006 com 3 temporadas, sendo a última lançada em 2010. No Brasil, o programa já chegou a ser transmitido pelos canais Boomerang e Record (também estava na Netflix, mas recentemente foi excluída do catálogo).

h2omeninassereias02

De forma bem resumida, a história gira em torno de três amigas adolescentes que, ao estarem no lugar certo na hora certa, se transformaram em sereias e adquiriram poderes mágicos com relação a água. Agora, elas devem se acostumar com essa nova vida de sereias, aprendendo a esconder esse segredo de todos enquanto lidam com problemas típicos da idade. Apesar de cada temporada ter um foco, essa base não muda.

h2omeninassereias03

As temporadas têm 26 episódios de aproximadamente 20 minutos. Apesar de seguirem uma linha do tempo linear, os episódios não se passam em dias consecutivos necessariamente. Cada temporada mostra um ano das protagonistas no Ensino Médio, ou seja, elas começam a série com 15 anos e terminam se formando na escola. Irei falar sobre todas elas separadamente, mas caso você nunca tenha assistido, fica o aviso de possíveis spoilers a partir daqui! Ah, vale lembrar também que os nomes de alguns personagens foi “abrasileirado” na versão dublada, então colocarei entre parenteses os nomes originais em inglês.

1ª TEMPORADA

h2omeninassereias05

Nanda (Emma), Cleo e Drica (Rikki)

Os primeiros episódios da 1ª temporada é aquela apresentação básica dos personagens, até mesmo entre eles. Cleo e Nanda (Emma), que já eram amigas, conhecem Drica (Rikki) depois de fugirem de uma armação de Igor (Zane), um playboy encrenqueiro. Durante a fuga, elas vão parar na Ilha Mako, uma ilha paradisíaca e praticamente intocável que fica próxima a costa de onde elas vivem. Lá, elas descobrem uma piscina escondida em uma caverna e resolvem entrar bem quando a lua cheia a ilumina. É isso que faz as meninas se transformarem em sereias, mas a transformação só é descoberta no dia seguinte, quando elas percebem que, ao tocar a água, uma cauda surge no lugar de suas pernas. Elas, então, decidem manter tudo em segredo, e o único que fica sabendo é o melhor amigo de Cleo, Leo (Lewis – que logo vira amigo das outras duas também).

No decorrer dessa temporada, elas também contam com a ajuda de Margot (Miss Chatham), uma senhora misteriosa que sabe do segredo das meninas simplesmente porque, quando mais nova, passou pela mesma experiência com as suas amigas nos anos 50. É Margot que as alerta sobre a influência da lua cheia sobre as sereias e o quanto isso pode prejudica-las. Ou seja, além de esconderem suas caudas sempre que se molham e aprenderem a usar seus poderes, elas também devem se esconder da lua cheia – o que, na verdade, elas nunca conseguem.

As sereias também tem que lidar com alguns inimigos. Igor (Zane), que no final acaba se apaixonando por Drica (Rikki); Miriam, uma patricinha invejosa; Kim, irmã da Cleo que faz de tudo para importuna-la; e Dra. Linda, uma bióloga que descobre o segredo das sereias e quase põe tudo a perder.

2ª TEMPORADA

h2omeninassereias06

Ash, Nanda (Emma), Leo (Lewis), Cleo, Drica (Rikki) e Igor (Zane)

Logo no primeiro episódio, por causa de um chamado da lua cheia, as três sereias têm os seus poderes aumentados. Durante essa temporada, elas também começam a desenvolver seus primeiros relacionamentos amorosos. Cleo e Leo (Lewis) tentam dar uma chance ao amor; Drica (Rikki) e Igor (Zane), entre tapas e beijos, descobrem uma incrível química – o que faz com que Igor melhore um pouco seu caráter; e Nanda (Emma), que na temporada anterior teve um breve romance com um surfista, agora conhece Ash e, apesar de relutantes no início, acabam se apaixonando.

Além disso, uma nova personagem é introduzida: Charlotte. Ela se aproveita do término entre Leo (Lewis) e Cleo e começa a fazer de tudo para conquista-lo, o que causa desconforto para a sereia. Para piorar a situação, eles descobrem que Charlotte é neta de uma das sereias amiga de Margot (Miss Chatham), fazendo com que Charlotte também saiba sobre o segredo do trio. Então, para chamar atenção de Leo (Lewis), ela se joga na piscina da Ilha Mako em uma noite de lua cheia para se transformar em sereia. Charlotte acaba se tornando uma sereia poderosíssima, possuindo todos os poderes de Cleo, Nanda (Emma) e Drica (Rikki) reunidos. Por causa da arrogância e implicância de Charlotte, as quatro travam uma batalha de água no último episódio, resultando em Charlotte perdendo todos os seus poderes e sua cauda para sempre.

(e última) TEMPORADA

h2omeninassereias07

Bella, Cleo e Drica (Rikki)

É o ano de formatura das sereias e só restam Drica (Rikki) e Cleo, pois Nanda (Emma) foi viajar pelo mundo com os pais e Leo (Lewis) é chamado para estagiar nos Estados Unidos. Então, somos introduzidos para mais dois novos personagens: Bella e Will.

O primeiro episódio começa com Drica (Rikki) e Igor (Zane) se tornando sócios e comprando a lanchonete que é ponto de encontro da turma, a transformando numa cafeteria com música ao vivo chamada Rikki’s Cafe. Bella se oferece para cantar na banda do estabelecimento e logo elas descobrem que a garota também é uma sereia. As três se tornam amigas rapidamente e Bella conta que virou sereia em uma piscina semelhante a da Ilha Mako na Irlanda aos 9 anos.

A vilã da vez é Sophie, irmã de Will que tem ciúmes do relacionamento dele com Bella e tenta separar Drica (Rikki) e Igor (Zane). Kim continua fazendo de tudo para atrapalhar a vida de sua irmã Cleo, e ela chega a fazer uma breve amizade com Sophie.

Essa temporada é a mais cheia de mistérios e aventuras, e é nítido o amadurecimento das personagens (e das atrizes). As sereias descobrem um tipo de força maior na Ilha Mako, capaz de formar tentáculos de água que, a princípio, parecem querer destruir as sereias. Elas contam com a ajuda de Will, um atleta que foi testemunha da formação desses tentáculos. Mais tarde, o trio percebe que, na verdade, tudo isso é um aviso que a Terra corre perigo e a salvação da humanidade depende delas. Inspiradas por um antigo conto irlandês, Drica (Rikki), Cleo e Bella conseguem salvar o mundo usando seus poderes de sereia.

PERSONAGENS

h2omeninassereias09

Cleo Sertori é interpretada pela australiana Phoebe Tonkin. Seu poder de sereia a permite moldar e controlar a água em qualquer forma e também o ar. Na série conhecemos sua família que é composta por mãe, pai e irmã mais nova, Kim. Esta é uma das grandes vilãs da série, apesar de sua pouca idade. Acredito que a ideia era fazer com que Cleo tivesse uma irmã caçula implicante, mas exageraram na dose e criaram uma personagem mimada, mau caráter, sem noção e egoísta. Dá até raiva do tamanho da paciência que Cleo e o pai têm para aturar a menina. Na segunda temporada, os pais delas se separam e, na terceira, o pai se casa com uma nova mulher. Cleo trabalha num parque marinho, primeiro como vendedora de sorvete e depois é promovida a treinadora de golfinhos. Aos 15 anos Cleo é tímida e insegura, mas com o decorrer da série ela cresce e se torna uma mulher responsável e excelente aluna. Ela desenvolve um relacionamento amoroso com Leo (Lewis), seu melhor amigo de infância. No post sobre signos das sereias da cultura pop, nós sugerimos que ela fosse de Touro e falamos um pouco mais sobre sua personalidade (relembre aqui).

h2omeninassereias04

Nanda Gilbert (Emma) é interpretada pela australiana Claire Holt e seu poder de sereia a permite congelar qualquer coisa. Ela e sua família, mãe, pai e irmão mais novo, são bem próximos e, antes de se tornar sereia, Nanda (Emma) era nadadora profissional e muito disciplinada. Isso faz com que, para ela, seja mais difícil guardar o segredo. Ela trabalha no Juice’s Net, que na terceira temporada se torna em Rikki’s Café. Na primeira temporada, Nanda (Emma) tem uma queda pelo surfista Bruno (Byron), mas na segunda temporada se apaixona por Ash e eles namoram. No post sobre signos das sereias da cultura pop, nós sugerimos que ela fosse de Virgem e falamos um pouco mais sobre sua personalidade (relembre aqui). Sua ausência na terceira temporada se deve pelo fato de que a atriz Claire Holt foi chamada para outros projetos cinematográficos. Na série, é explicado que Nanda (Emma) foi viajar pelo mundo com os pais.

h2omeninassereias10

Drica Chadwick (Rikki) é interpretada pela atriz e dançarina sul-africana Cariba Heine e seu poder de sereia permite esquentar a água, incendiar objetos e lugares e controlar relâmpagos. Das três sereias, ela é a mais humilde e rebelde, e vive em uma pequena casa com o seu pai. Ela e Igor (Zane) tem um relacionamento conturbado, cheios de vai e volta. No post sobre signos das sereias da cultura pop, nós sugerimos que ela fosse de Sagitário e falamos um pouco mais sobre sua personalidade (relembre aqui).

h2omeninassereias08

Bella Hartley é interpretada pela atriz e cantora australiana Indiana Evans. Sua participação acontece apenas na terceira temporada e seu poder de sereia é deixar a água sólida e também em gel. Ela é a cantora da banda que toca no Rikki’s Cafe e se torna amiga de Cleo e Drica (Rikki) depois que elas descobrem que Bella também é sereia. Apesar de ter a mesma idade das amigas, ela parece ser mais imatura e é bastante impulsiva. Tem uma queda por Will, que mais tarde se torna seu namorado, mas tem que lidar com os boicotes da irmã dele, Sophie, que a odeia sem motivo. É Indiana Evans quem canta a música tema da série na intro da terceira temporada.

h2omeninassereias12

Leo McCartney (Lewis) é interpretado pelo australiano Angus McLaren. Ele começa a série sendo o amigo bobinho e nerd de Cleo, mas depois se torna um homem bem interessante (se é que me entendem, rs). Leo (Lewis) sabe o segredo das sereia desde o início e se torna um grande aliado, principalmente porque adora ciência e faz diversas experiências para saber o que de fato acontece com as meninas, especialmente em se tratando da influência da lua cheia. Ele é aquele tipo de amigo leal, o garoto bonzinho da vizinhança que todos querem por perto, entretanto as meninas as vezes o tratam com desdém, achando que ele se mete demais na vida delas. Isso faz com que, na segunda temporada, ele e Cleo se separem, mas depois eles reatam e, mesmo indo morar longe, mantêm o relacionamento.

h2omeninassereias11

Nate e Igor (Zane)

Igor Bennett (Zane) é interpretado pelo australiano Burgess Abernethy. Ele é o bad boy da turma, o playboy inconsequente que arranja briga por qualquer coisa. Seu pai é um médico bem sucedido, mas o relacionamento dos dois não é nada amigável. Junto com o seu amigo Nate, que também é mau caráter e se acha conquistador, e sua namoradinha Miriam, eles importunam a vida das sereias e de Leo (Lewis). No final da primeira temporada Igor (Zane) e Drica (Rikki) se aproximam e descobrem algumas coisas em comum. No início, Cleo, Nanda (Emma) e Leo (Lewis) não aprovam o romance, mas na seguinte temporada o namoro deles fica mais sério e não tem quem não torça por eles. O amor faz com que Igor (Zane) se torne uma pessoa melhor, entretanto na última temporada parece que ele regride e seu lado imaturo fala mais alto, colocando tudo a perder com Drica (Rikki).

Will e Sophie

Will e Sophie

Will Benjamin é interpretado pelo australiano Luke Mitchell e só aparece na terceira temporada. Ele é um rapaz bonitão, atleta e colecionador de conchas. Fica fascinado ao descobrir que as meninas são sereias e as ajuda a desvendar os mistérios da Ilha Mako, da lua cheia e dos tentáculos de água. Bella se apaixona por ele, mas o público demora para saber se Will é realmente confiável ou não. Seu jeito e atitudes, muitas vezes, não deixam isso claro, e eu confesso que cheguei a pensar que ele gostava mais da Drica (Rikki) do que de Bella. Para completar a situação, ele é irmão da vilã Sophie, uma garota ambiciosa e mentirosa que faz de tudo para conquistar Igor (Zane) e atrapalhar a relação dele com Bella.

OUTRAS CURIOSIDADES

  • A série foi gravada em Gold Coast, na Austrália, tendo a maior parte das gravações ambientadas no Sea World de lá.
  • Inicialmente, apenas duas temporadas foram encomendadas pelo Channel Ten, canal de TV australiano que transmitia a série, porém o sucesso foi tanto que os produtores encomendaram mais uma temporada, fechando toda a história.
  • A produção foi indicada a vários prêmios e ganhou muitos deles.
  • As caudas de sereia são super realistas e as atrizes usavam não só uma para gravar, mas sim três caudas iguais, porém de diferentes materiais, cada uma tendo uma finalidade.
  • As atrizes que interpretaram as sereias tiveram que treinar mergulho, nado e acrobacias para o papel. Phoebe Tonkin, a Cleo, foi a que mais teve dificuldade para aprender.
  • A influência da lua cheia sobre as sereias da série já foi discutida nesse post aqui e faz muito sentido com outras lendas de sereias.
  • Foi lançado também um filme de H2O, que na verdade são alguns episódios da primeira temporada reunidos.
  • Em 2011 aconteceu a estreia de Mako Mermaids, um spin off de H2O que está no ar até hoje pela Netflix, atualmente em sua quarta temporada. Drica (Rikki) chegou a fazer algumas participações.
  • Além de Mako Mermaids, também existe uma série animada da Netflix chamada H2O Mermaids Adventures com os mesmos personagens de H2O Meninas Sereias (H2O Just Add Water).
  • A música-tema da série é cantada por três diferentes cantoras para as três temporadas, sendo a última cantada por Indiana Evans, a Bella. A letra tem tudo a ver com a história delas e é bem fofinha! Olha só:

I’ve got a special power
Eu tenho um poder especial
That I’m not afraid to use
Que eu não tenho medo de usar
Every waking hour
Sempre que eu acordo
I discover something new
Eu descubro algo novo

So come on this is my adventure
Então venha para a minha aventura
And this is my fantasy
Essa é a minha fantasia
It’s all about living in the ocean
É sobre viver no oceano
Being wild and free
Sendo selvagem e livre

‘Cause I’m no ordinary girl
Porque eu não sou uma garota comum
I’m from the deep blue underworld
Eu sou do submundo profundo e azul
Land or sea
Terra ou mar
I’ve got the power if I just believe
Eu tenho o poder se eu acreditar

‘Cause I’m no ordinary girl
Porque eu não sou uma garota comum
I’m from the deep blue underworld
Eu sou do submundo profundo e azul
Land or sea
Terra ou mar
The world is my oyster and I’m her pearl
O mundo é uma ostra e eu sou sua pérola
No ordinary girl
Não sou uma garota comum

We’ve got to stick together
Nós temos que ficar juntas
‘Cause the best things come in three
Porque as melhores coisas vem em três
Want it to last forever
Queremos que isso dure para sempre
All the magic and fun at sea
Toda a magia e diversão do mar

So come on this is our adventure
Então venha para a nossa aventura
There’s no telling where we’ll go
Não vamos dizer para onde vamos
And all I want is to live amongst the H2O
Tudo que eu quero é viver entre o H2O

(Refrão)

Come along it just gets better
Então vem que isso só fica melhor
So much to do and just so little time
Tanta coisa para fazer em tão pouco tempo
‘Cause it all depends on whether
Porque tudo depende em saber
You want to live and learn of whats behind
Se você quer viver e aprender o que tem por trás

(Refrão)

PONTOS POSITIVOS:

É uma série leve, a música tema é super chiclete, os personagens são carismáticos e as cenas subaquáticas são maravilhosas!

PONTOS NEGATIVOS:

É um drama adolescente, então parece que qualquer probleminha que surge é aumentado em trezentas vezes, tipo novela mexicana só que para um público infantil.

Onde assistir?

Esse canal AQUI do YouTube tem todos os episódios de todas as temporadas dublados! Divirtam-se 😀





Camila Gomes





9
jun
A lua e o mar…

Todo mundo que foi criança nos anos 90 sabe pelo menos uma música da dupla Sandy e Júnior. Entre as mais famosas, o grande sucesso da virada do milênio foi A Lenda. A música foi um sucesso (e ainda é até hoje), ganhou prêmios de Melhor Videoclipe e ainda ficou no topo das paradas. Ela narra a história de amor entre a Lua e o Mar:

Bem lá no céu uma lua existe

Vivendo só no seu mundo triste

O seu olhar sobre a Terra lançou

E veio procurando por amor

Então o mar frio e sem carinho

Também cansou de ficar sozinho

Sentiu na pele aquele brilho tocar

E pela lua foi se apaixonar

Mas qual a relação entre a Lua e o Mar? A música não é a primeira história de amor sobre os dois. Existem algumas histórias envolvendo a lua, o mar e até mesmo sereias. Uma delas é uma lenda indígena que narra o surgimento do firmamento, oriundo do amor entre a Lua e o Mar.

“Contam os antigos que há muitos e muitos anos atrás, mais ou menos pela época do surgimento do universo, ainda naquele tempo de transformações e criação, existiam dois índios completamente apaixonados um pelo outro: o Mar e a Lua. Mar e Lua tinham um amor tão intenso que era reconhecido nos quatro cantos do universo, por onde os homens andavam ouvia-se falar no amor de Mar e Lua.

Certa vez, o Mar, embriagado de amor por Lua, desafiou Tupã ao proferir que Lua, sua amada, gostava muito mais dele do que do próprio Tupã. Deus, ao saber das bravatas de Mar, resolveu lhe dar uma lição transformando-se num moço de infinita beleza denominado Sol, vindo a terra provocar o Mar em seu amor por Lua.

O Sol chegou vestido de luz e ao se aproximar de Lua, foi vítima do seu próprio veneno: ao se defrontar com a Índia apaixonou-se loucamente por ela, que possuía uma rara beleza. Desta forma, Tupã começou a deixar várias vezes o céu e descer à terra vestido de sol para cortejar Lua, que também sentiu-se atraída pelo jovem Sol, que transmitia uma luz tão intensa que iluminava e aquecia o seu coração.

Com o passar do tempo, o triângulo amoroso vivido pela Lua, Sol e Mar ficou incontrolável. As amigas de lua começaram a assuntar sobre quem era o formoso rapaz que cortejava Lua vestido de luz e qual a reação de Mar pela presença de tão garboso oponente.

Lua, ao pressentir o perigo, começou a ignorar Sol, sem saber que ele era o próprio Deus Tupã. Quanto mais a Lua ignorava o Sol, mais ele se apaixonava por ela.

Até que um dia, Tupã insatisfeito com o amor de Lua por Sol pensou: “Como pode ela amar tanto um simples mortal e desprezar eu, o mais belo dos homens, o reflexo humano de um Deus?”. Contrariado ele usou de seu poder para induzir as amigas de Lua a contarem ao Mar o que estava se sucedendo. O desgosto foi tão grande que o mesmo resolveu enfrentar o forasteiro e sua amada frente a frente. Naquele instante entre a criação e o firmamento estava frente a frente Sol, Lua e Mar. Lua declarou seu amor a Mar na frente de Sol.

Ao ver nos olhos da amada o desprezo, o Sol enfurecido usou mais uma vez, o seu poder transformando sua rainha amada em um dos mais belos astros do sistema solar, entretanto a bela necessitaria eternamente da luz do sol para brilhar e se aquecer. Para que Lua não ficasse sozinha Tupã transformou todas as suas amigas em estrelas.

Desta forma o Sol (Deus Tupã), a Lua (Sua Amada) e as Estrelas (Amigas da Lua) subiram aos céus, deixando Mar para traz. Sobre a terra, ficou o mais triste dos homens, que acabava de perder o seu amor para o próprio Deus Tupã. Em um relance de pensamento o mesmo lembrou de suas palavras desafiando o Deus em outrora, o mesmo arrependeu-se de ter posto o amor de Lua em desafio.

Por dias, semanas, meses e talvez anos, Mar gritou aos céus a volta do seu amor presa ao firmamento, mas era tarde, a Lua tinha partido para nunca mais voltar. Em uma última tentativa de lucidez, o Mar pediu a Tupã que o perdoasse e devolvesse sua amada aos seus braços ou o tirasse daquela situação, daquela forma humana e chorou, chorou como ninguém jamais havia chorado na face da terra, se transformando em um mar de água salgada. Tupã ao ver a súplica o transformou no próprio pranto, dando origem aos oceanos.

Foi assim que entre o crepúsculo e o amanhecer, para todo o sempre estava criado os astros do céu, o Sol (o próprio Deus Tupã) com todo o seu esplendor, vestido de luz. Apaixonado pela Lua presa ao firmamento. A Lua com seu coração frio e vazio, presa ao firmamento por Tupã, longe do seu amor o Mar, só permitiu ser cortejada pelo Sol (seu dominador) de épocas em épocas, nós eclipses sololunar.

A Lua passou a ser reflexo da solidão. Entretanto todos sob a face da terra sabem que a Lua continua a atrair o Mar (chamá-lo), durante a ausência do sol. Certas noites a lua chega a provocar catástrofes na terra de tanto chamar o Mar para próximo de sí. Já o mar se transformou em um infinito de água salgada, oriunda do pranto da desilusão de seu amor desfeito por Tupã.

Dizem que os apaixonados em noite de lua cheia conseguem ver a Lua descer e tocar o mar (seu amado) que se enche todo por alguns instantes, sendo interrompida com a volta do Sol pela manhã. Foi assim que desde os tempos ancestrais, antes da existência do próprio firmamento, que o Sol (Deus Tupã) apaixonou-se pela jovem Lua. E mesmo vestido como o mais poderoso dos astros, cheio de luz e calor, não teve seu amor correspondido. Essa é a história do surgimento do firmamento, a história do Sol, da Lua e do Mar.”

Texto: Cássio Marques

sol-lua_polosul_montagem

Existe uma diversidade de mitologias indígenas narrando a origem do firmamento. Na mitologia Tupi-guarani, Tupã é o deus dos trovões e cria Jaci (Lua), rainha da noite, para embelezar a escuridão. Tupã acaba sucumbindo aos encantos da própria criação e toma Jaci como sua esposa. Nesta lenda, Jaci é irmã da nossa conhecida sereia Iara. Nesta versão, Iara, além de sereia, é também a deusa protetora das águas, que vive nas profundezas dos lagos.

iara_jaci_tupa

Há versões nas quais Jaci é irmã e amante de Guaraci (Sol) e os dois se encontravam na alvorada com a ajuda de Rudá, o deus do amor. Em uma das versões que contam essa relação, Guaraci era um belo guerreiro com a pele dourada e olhos de fogo, enquanto Jaci era uma jovem tímida. Quando declaravam seu amor, Guaraci queimava de tanta paixão, colocando a Terra em perigo enquanto Jaci chorava de felicidade, causando inundações. O amor deles era perigoso, então decidiram que não mais se encontrariam. Jaci ficou inconsolável e chorou o Rio Amazonas.

jaci_guaraci

O envolvimento da Lua com mais uma entidade aquática também está na lenda de Vitória Régia. A jovem índia Naiá era devota de Jaci, e cresceu ouvindo histórias de como a Lua descia vinha buscar as mais belas jovens e a levava com ela para fazer companhia no céu. Naiá aguardava o dia em que seu Jaci a viria buscar e adormeceu na beira de um rio. Ao acordar, viu o reflexo da Lua no rio e acreditou que ela havia vindo se banhar no rio, permitindo que Naiá a tocasse. Naiá mergulhou nas águas fundas e acabou se afogando. Jaci reconheceu os esforços da jovens e decidiu transformá-la em uma estrela incomum: uma Vitória Régia, pois seu destino não estava nos céus, mas sim nas águas. Em noites de lua cheia, Naiá abre suas flores brancas para banhar-se com a luz de Jaci.

vitoriaregia

Essa lenda indígena também está inclusa em no projeto Folclore BR, que busca recontar alguns folclores brasileiros provando que possuímos lendas muito ricas. O artista Anderson Awvas ilustrou essas figuras nacionais com filmes da Disney. E se a nossa Iara teve como base a história da Pequena Sereia, Vitória Régia teve como inspiração Moana. A história também ganha uma pequena mudança e Jaci revive a jovem Naia com a missão de descobrir quem foi a criatura que a ludibriou, levando ao seu afogamento. Para isso, ela contará com a ajuda de Jurubeba, uma fêmea de Mico-Leão-Dourado.

folclorebr

Toda essas história da influência da lua nas águas tem um fundo de verdade. Muito se deve pelo comportamento das águas em época de lua cheia e existe uma explicação científica para isso. O fenômeno das marés é causado pela alteração da lua e do sol no nível das águas. Assim como a Terra atrai a Lua para realizar os seus movimentos, a Lua também atrai a Terra. Isso ocorre através da força gravitacional, que tem pouca influência nos continentes, mas tem muita influência sobre os oceanos, devido a fluidez das águas. Basicamente a Lua puxa as marés para si, causando protuberância nos oceanos. Por isso todas essas lendas giram em torno da lua “chamar” o mar.

O Sol, embora de menor influência, também ajuda ajuda nesse fenômeno. Desta maneira, quando a lua, a Terra e o sol estão alinhados, as marés ficam cheias. E quando a lua e o sol estão em 90 graus (lua crescente e minguante), as marés ficam baixas.

mares_lua

No filme As Sereias (2003), o fenômeno das marés é mencionado e, nas noites de maré baixa, as irmãs se transformam mesmo que elas não se molhem. Outra obra televisiva envolvendo sereias que mostra a influência da lua é a mais famosa série de sereias: H2O Meninas Sereias. Os poderes de sereias foram adquiridos por Cleo, Drica e Nanda na piscina da lua das Ilhas Mako, em uma noite de lua cheia. O mesmo fenômeno ocorre na série spin-off, Mako Mermaids. Em ambas as séries, qualquer pessoa que esteja na piscina da lua no momento em que a lua cheia passa por cima, será transformado em sereia/tritão, pois é o momento em que a magia da piscina exerce poderes.

makomermaids03

Outros fenômenos astronômicos são mencionados na série:

  • Alinhamento planetário especial: Um raro alinhamento planetário, no qual a lua aumenta os poderes sereianos;
  • A Lua de 50 anos: A cada 50 anos ocorre um outro alinhamento planetário e, caso a sereia/tritão esteja na piscina da lua, ela perderá todos os poderes de sereia;
  • Eclipse Lunar: A sereia/tritão que estiver na piscina perde os poderes por 12h.

As sereias também são afetadas em noites de lua cheia se observarem a lua no céu. Nanda se transformou em uma sereia “selvagem”, Cleo adquiriu poderes de canto e Drica perdeu o controle do seu poder, sobrecarregando o calor ao seu redor. Além de ficarem mais sedutoras, normalmente elas também não lembram de nada, como se estivessem enfeitiçadas pelo poder da lua.

h2omeninassereias01

Como amante da noite e da lua (e de Sandy e Junior), não posso deixar de adorar toda essa interação com o mar.

Coluna-7-Meia-volta-de-lua-e1418650159831

Por Camila Piccini










20
abr
Canal norte-americano Freeform lançará seriado sobre sereias em 2018

Siren é o título do novo seriado do canal norte-americano Freeform e tem estreia prevista para o verão de 2018 no hemisfério norte, ou seja, entre junho e setembro.

sirenseries

A notícia do seu lançamento é fresquíssima: a página oficial no Facebook, juntamente com o trailer, foram criados/divulgados ontem. Na trama, uma cidade litorânea chamada Bristol Cove é conhecida por uma lenda que diz que o local já havia sido o lar de muitas sereias. O surgimento de uma garota misteriosa começa a provar a todos os cidadãos que a lenda é real, então uma batalha entre homens e o mar toma um rumo vicioso onde esses seres místicos voltam a exigir seus direitos sobre o oceano.

A série traz Alex Roe como Ben, um biólogo marinho que se encontra fascinado por uma garota misteriosa recém-chegada a cidade, Ryn, interpretada por Eline Powell, que guarda um segredo sombrio. A atriz Fola Evans-Akingbola faz o papel de Maddie, colega de profissão de Ben que mantém uma grande desconfiança de Ryn. O elenco também conta com Ian Verdun como Xander, um pescador determinado a saber a verdade sobre a lenda; e Rena Owen como Helen, uma mulher conhecida na cidade por ser excêntrica e que parece saber muito mais sobre sereias do que ela mesma diz.

sirenseries_elenco

sirenseries01

A narrativa é assinada por Eric Wald e Dean White, também produtores executivos da série. O canal Freeform já encomendou 10 episódios (que terão uma hora de duração cada) então vamos torcer para que seja sucesso e venham muito mais!





Camila Gomes