10
abr
Resenha – O seriado Siren

O último dia 29 foi marcado pela estreia do seriado Siren, do canal norte-americano Freeform. Como já havíamos adiantado em outros posts sobre a produção, o lançamento veio com uma pesada divulgação, envolvendo até mesmo um museu de sereia montado especialmente pra isso. O museu contava com alguns painéis informativos e locais para tirar fotos, além de um tanque com uma sereia se apresentando. Ele foi feito em parceria com o portal Pop Sugar e ficou aberto apenas durante um fim de semana, em Los Angeles.

Eline Powell (Ryn) no Museu da Sereia

Eline Powell (Ryn) no Museu da Sereia

Outra “homenagem” foi que nomearam a data como o Dia Internacional da Sereia, no qual até a Disney celebrou em suas redes sociais, já que o canal Freeform faz parte do grupo televisivo da empresa do Mickey. Além disso, também lançaram uma edição limitada de um “suco de sereia” em parceria com a marca norte-americana Pressed Juicery.

sirenjuice

Com tanta propaganda assim, obviamente estávamos esperando algo realmente grandioso e, pelo que pudemos assistir do especial de lançamento de duas horas (o episódio 1 e 2 foi ao ar no dia 29), eles conseguiram atingir o objetivo. Segundo as estatísticas, a estreia já chegou batendo recorde na emissora, que não via um sucesso tão estrondoso desde 2016. Foram mais de 1,5 milhões de telespectadores curiosos para conhecer a sereia assassina Ryn, vivida por Eline Powell, o que resultou no título de programa de maior audiência da TV paga dos Estados Unidos no horário em que foi transmitido.

sirenposter

[ALERTA SPOILER]

A história se passa na cidade litorânea de Bristol Cove, onde a economia gira em torno principalmente da pesca. O dono da maior empresa de pesca local é pai do biólogo marinho Ben e descendente de Charles Pownall, o fundador da cidade. O local também atrai turistas por sua cultura e lendas envolvendo sereias, já que Charles teria parado ali por ter se apaixonado por uma dessas criaturas que vivia na região. No primeiro episódio, inclusive, acontece um grande evento para inaugurar a nova estátua de sereia, com muitas pessoas indo as ruas fantasiadas – o que lembrou bastante a Mermaid Parade que realmente acontece anualmente em Coney Island (saiba mais lendo esse post aqui!).

siren_bristolcove

Tudo começa quando a tripulação do barco pesqueiro de Xander, amigo de Ben, consegue capturar um ser marinho misterioso e violento, que ataca um deles, Chris. Mas antes que qualquer outro se aproxime, um helicóptero militar aparece de repente e leva dali a criatura e a vítima. Depois do ocorrido, ninguém mais consegue ter notícias de Chris ou do suposto animal. Isso atiça a curiosidade de Xander, que preocupado com o amigo resolve fazer de tudo para saber o que aconteceu com ele e pede ajuda a Ben. Ambos descobrem, mais tarde, que o barco estava sendo monitorado por um aparelho desconhecido.

Enquanto Xander está em sua busca por Chris, Ben acaba se deparando com uma estranha garota recém-chegada na cidade, que se apresenta como Ryn. Não demora para ele se dar conta de que se trata de uma sereia. Juntando as peças, ele conclui que a sereia veio procurar a outra de sua espécie que foi raptada, e constata que há muito mais sereias vivendo no oceano do que os humanos podem imaginar. Ele, então, divide o segredo apenas com Maddie, sua namorada, colega de profissão e filha do xerife de Bristol Cove. O casal também conta com a ajuda de Helen Hawkins, uma senhora conhecida na cidade por alimentar muitos dos mitos que rondam o local. Assim que ela bate o olho em Ryn, já a identifica como uma sereia. A mulher também suspeita e teme o real motivo pelo qual Ryn está ali, uma vez que tem consciência que, no passado, houve um grande genocídio dessas criaturas.

sirenserie03

Num primeiro momento, Ryn parece inofensiva em sua forma humana, com baixa estatura e rosto angelical. Ela chega a sofrer uma tentativa de estupro, mas ao se ver em perigo, mata brutalmente o criminoso com apenas um golpe. Todos que a conhecem se encantam e se sentem atraídos por ela, inclusive Maddie, porém Ryn pode ser uma grande ameaça se confrontada, pois possui uma força física descomunal e, dentro da água, se torna uma predadora mortífera.

Siren1x01DonnaRynSwimming

siren_ryn

A sereia capturada no início do primeiro episódio é irmã de Ryn e sofre inúmeros testes e maus-tratos pelos militares e cientistas em uma base secreta, onde também escondem Chris, mantido desacordado. A ganância dos envolvidos fica maior quando atestam que o DNA da sereia tem o poder da cura, mas um deles já está enfeitiçado pela criatura e tenta protege-la.

sirenserie02

Por enquanto, é o que sabemos de Siren que já vai para o seu quarto episódio. A primeira temporada já teve seus 10 episódios gravados e ainda não há notícias sobre uma segunda temporada, mas podemos esperar mais sereias e até tritões! É uma série de suspense bem cativante, você fica hipnotizado assistindo e até agoniado em algumas cenas. Ryn não magnetiza apenas os personagens, mas também os telespectadores. Eu estou amando o trabalho da atriz, adoro as cenas em que ela tenta falar em inglês e ela realmente se parece com um ser místico! Ah, e vale deixar bem claro que não é indicado para crianças, uma vez que há cenas de sexo e outras violentas com muito sangue, indicando até mesmo estupro e pedofilia.

siren_ryn

Siren vai ao ar toda quinta-feira a noite no canal norte-americano Freeform. Não há previsão de estreia em nenhum canal do Brasil ou serviço de streaming, como a Netflix. Entretanto, você pode acompanhar online pela página Siren Brasil, que publica os episódios toda sexta-feira a noite com legenda em português.

sirenserie01





Camila Gomes





8
fev
O que você precisa saber sobre a nova série Siren

O dia 29 de março será marcado pela estreia de Siren, novo seriado do canal norte-americano Freeform. A divulgação segue a todo vapor: um tanque com uma sereia foi exposto em Nova Iorque em setembro, e na página oficial do Facebook já até nomearam a data de estreia como o Dia Internacional das Sereias.

sirenseries03

Logo quando a série foi revelada, no ano passado, nós contamos um pouco sobre ela nesse post aqui, agora trazemos mais curiosidades sobre a produção!

  • O roteiro e o romance obscuro entre os protagonistas

Bristol Cove é colocada de cabeça pra baixo quando uma misteriosa garota, Ryn (Eline Powell), começa a causar estragos na pequena cidade de pescadores. A atriz intérprete da personagem, Eline, explica que ela é motivada pelas atitudes dos seres humanos que invadem e poluem o meio ambiente no qual que ela vive, matando diversas espécies. Então, uma dupla de biólogos marinhos, entre eles Ben (Alex Roe), trabalha para descobrir se há mais pessoas como Ryn por aí. A relação que Ben e Ryn começam a construir é um típico caso de “os opostos se atraem” e ele deseja ajuda-la, mas talvez ela não seja tão boa influência.

sirenseries05

  • Não tem nada a ver com A Pequena Sereia e há muito suspense

Alex Roe, ator que dará vida ao biólogo Ben, explica que as sereias podem ser capazes de coisas monstruosas em Bristol Cove. Ele garante que veremos um lado diferente dessas criaturas, mais pela visão de que são predadoras lutando pela sua sobrevivência no oceano. Mas isso também não significa que Ryn seja menos adorável que a princesa da Disney.

  • Eline Powell se tornou mergulhadora profissional e desenvolveu uma incrível apneia

A atriz afirmou ao programa norte-americano ET que treina diariamente para as cenas subaquáticas, e que atualmente consegue prender a respiração por mais de 3 minutos. E os treinos não acabarão com o início da série, já que ela pretende melhorar cada vez mais a sua marca e performance.

Eline Powell em painel de divulgação de Siren no NY Comic Con

Eline Powell em painel de divulgação de Siren no NY Comic Con

  • A mágica por trás da maquiagem de sereia é feita na pós-produção, exceto no primeiro episódio

Quando o piloto (termo que se dá ao primeiro episódio de todos os seriados) foi gravado, Eline teve que ficar sentada durante horas para ser maquiada com escamas e brânquias. A equipe de produção percebeu que em vídeo o efeito não ficava como o esperado, especialmente embaixo d’água, então decidiram que colocariam esses detalhes na edição. Eline comemorou, já que nas outras gravações seu trabalho foi muito mais facilitado. Ela realmente faz as cenas nadando usando um maiô, e só depois os efeitos especiais são inseridos em seu corpo.

  • Ryn não é a única sereia

Os habitantes de Bristol Cove terão de enfrentar, também, a fúria de Katrina (Aylya Marzolf), uma líder alfa da colônia das sereias, e Levi (Sedale Threatt Jr.), um tritão guerreiro com presença imponente.

sirenseries_elenco2

  • Importantes questões ambientais

O escritor da série, Ben Ward, garante que o arco da história principal muitas vezes irá tocar em temas como ambientalismo, revelando que a razão pela qual os humanos estão se deparando agora com sereias é devido aos efeitos devastadores da poluição e da alteração de clima nos oceanos.

Alex Roe e Fola Evans-Akingbola como a dupla de biólogos Ben e Maddie

Alex Roe e Fola Evans-Akingbola como a dupla de biólogos Ben e Maddie

Agora vem a notícia ruim: não há previsão da série ser colocada no catálogo da Netflix, então para os brasileiros assistirem, terá que ser pela internet. A premiere terá duas horas de duração, então já anotem na agenda e reservem o dia 29 de março!





Camila Gomes





17
nov
A série live-action Little Mermaid’s Island

Hoje é aniversário de 28 anos do lançamento do clássico Disney A Pequena Sereia. Ele marcou a chamada “era do renascimento” do estúdio e, além de ter originado mais duas continuações e um seriado animado, também quase virou uma série live-action.

littlemermaidsisland

Little Mermaid’s Island foi um projeto proposto por Jim Henson em 1990 durante uma reunião com a The Walt Disney Company. Seria um spin off do filme original, só que com atores reais. Dois episódios foram gravados, incluindo a música de abertura, mas nunca foram ao ar.

Os episódios, intitulados “O Aniversário de Sebastião” e “Diga a Verdade”, contavam com atores interagindo com fantoches em um cenário chroma key. A Ariel foi interpretada por Marietta DePrima, e o ator Clive Revill viveu uma versão mais jovem de Grimsby, que na série era um capitão de navio que vivia numa ilha próxima de Ariel. Os personagens que apareceriam como fantoches eram Linguado, Sebastião, Sabidão, Pedro e Juca, e ainda introduziriam Sandy, a irmã gêmea de Linguado.

A ideia do projeto era que a série fosse ao ar diariamente no Disney Channel, e cada episódio teria 4 números musicais. Infelizmente, Jim Henson faleceu dois meses depois que as gravações começaram, e o programa foi deixado de lado. Alguns anos depois, em 1992, a Disney lançou a série televisiva animada A Pequena Sereia, que tinha basicamente a mesma proposta do live-action, porém sem relação com esse projeto, e permaneceu no ar até 1994 (e que os fãs da Ariel amam e são nostálgicos até hoje!).

Gostaram dessa curiosidade? Quase tivemos uma Ariel de verdade! Agora é continuar torcendo para que pelo menos uma versão live-action do filme saia (boatos não faltam, mas a Disney continua sem confirmar nada).





Camila Gomes