6
set
Pinceis Sereia Rose Gold Pausa Para Feminices para Maria Margarida

Demorou mas finalmente lancei com a Maria Margarida meus pincéis dos sonhos com meus dois vícios, rose gold e sereismo!

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid

Ao todo são 4 modelos que garantem a aplicação completa de uma pele com acabamento profissional. Foco nesse cabo lindo em um cromado rose gold bem vibrante:

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-02

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-01

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-03

Os pincéis possuem cerdas sintéticas polidas no estilo dos pincéis Real Techniques, as cerdas são produzidas manualmente por isso possuem o corte perfeito. Dá trabalho mas fica incrível, e por isso também a demora.

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-05

Esses dois modelos são ótimo para aplicações maiores de produto. O gordinho ovalado é perfeito para pó pois alcança todos os espaços do rosto melhor que aquele gordinho de sempre, é um pincel de precisão apesar de conseguir carregar e aplicar muito produto. O outro é o famoso Kabuki, a gente ama pra aplicar e polir a base, né?

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-04

Aqui temos o chanfrado de contorno e/ou blush, e o ovalado menor, perfeito para fazer o iluminado. Olha só:

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-06-1

Agora senta que lá vem história! Quando a Maria Margarida me apresentou esse modelo sereia, ele ainda nem tinha chego no mercado, esse molde era a novidade do momento e o fornecedor mostrou pra ela em primeira mão. A ideia era sair na frente de todo mundo, e provavelmente se a gente tivesse lançado no padrão teríamos vendido muito mais, pois dessa forma teríamos aproveitado a ”hype”. Porém, eu Bruna Tavares, não vivo de hype! Meu trabalho é sério e meu pilar está na minha credibilidade, na importância que eu dou para meus produtos, importância que sempre esteve acima de qualquer ambição financeira, foi isso que me trouxe até aqui e é esse caminho que sempre vou trilhar. Prefiro subir um degrau de cada vez e garantir uma chegada perfeita, do que subir correndo e ir tropeçando.

Tudo isso pra explicar que: sim, o molde sereia é similar e em alguns casos até idêntico ao de muitas versões vendidas no Aliexpress, isso porque o MOLDE É MESMO. Isso é padrão de produção, não existe a patente, e se você quiser desenvolver um molde exclusivo (coisa que também estamos fazendo) o preço é mais caro e a demora ainda mais! Aqui é importante entender que apenas o molde do cabo do nosso é igual as versões baratinhas do Ali, o Rose Gold Mermaid tem outra cerda e outro banho de cromado.Por isso, fiz questão de comprar um do Ali no mesmo padrão e mostrar no detalhe as diferenças.

Não estou fazendo isso para desqualificar o Ali, de forma nenhuma. Estou fazendo isso para mostrar que são produtos com produções diferentes, e que se fosse pra lançar igual eu teria lançado a meses atrás e ganhado minha grana em cima de algo que eu sabia que semanas depois já teria igualzinho no mercado Ali.

Quando eu pensei nessa possibilidade NA MESMA hora pedi pra Maria Margarida personalizar tudo,pois não queria frustrar nenhuma consumidora vendo ela dias depois se deparando com o mesmo produto correndo baratinho pela internet.

Meu compromisso é com qualidade superior, e isso não implica em estar sempre super a frente nas novidades. Infelizmente qualidade demanda mais tempo! Mas cá estamos com nosso kit, pra mim um kit lindo de se ver, mas muito mais do que isso, com qualidade PROFISSIONALe durabilidade eterna se bem cuidado. E se você adquirir um desses saiba disso, e saiba diferenciar! Acredito que meu público compreenda exatamente as diferenças, mas faço esse post para quem ainda tem dúvidas. E se vir alguém dizendo ”ah, no ali é mais barato”, por favor, manda esse link pra ela! Rsrsrs!

ALI X ROSE GOLD MERMAID PPF

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-07

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-08

Observe a diferença no corte das cerdas, o nosso corte é mais preciso e nosso pincel tem mais quantidade de cerdas. A textura também muda, repara que o pincel do Ali tem cerdas mas onduladas e acetinadas, isso já me faz saber que são mais duras, naquele sintético não tão macio e fácil de aplicar produto.

Abaixo olha a diferença de ambos os “kabukis”:

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-11

Outro detalhe é que o cabo do nosso kit tem um rose gold mais intenso e brilhante!

ALI X PPF

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-09

O do Ali tende a desbotar mais rápido, e mais do que isso tem diferença de tom entre o metalizado do topo e do corpo. Olha só:

PINCEL-pausa-para-feminices-rose-gold-mermaid-10

Pra muitas pessoas esses detalhes podem não ser nada, mas a perfeição está nos detalhes. Não vou entrar no mérito de usabilidade porque com jeito você consegue se maquiar com ambos os kits de uma forma ótima, claro! Mas a durabilidade vai ser totalmente diferente, assim como o encontro das cerdas com sua pele. As minhas cerdastem fios mais finos, macios e em maior quantidade, o que garante maior conforto e performance.

Enfim, poderia ficar pontuando mais detalhes mas creio que esses já sejam o suficiente apenas para vocês entenderem meu cuidado com o produto! 😉 De verdade! Queria algo que fosse lindo, mas que fosse incrível não só pra automaquiagem como também para profissionais, e claro, algo que dure pra sempre.Cuidando direitinho é garantido! Você tem um super produto em mãos que demorou meses para ser finalizado, e isso eu nem preciso inventar. A demora não foi NADA vantajosa comercialmente pra gente, mas necessária para entregar um produto com minha assinatura pra vocês! Obrigada por sempre esperarem o melhor de mim, isso me motiva demais e me faz ter a certeza de que mesmo que demore, tenho um público avançado que entende isso e que entende a melhor hora de investir.

Enfim, é isso! Se chegou até aqui obrigada hehe, porque esse post foi bem mais que uma resenha, né? Esclarecer é meu sobrenome!

ONDE COMPRAR?
Vende online aqui!

Curtiram?





Bruna Tavares





28
jun
A animação da Disney Atlantis, O Reino Perdido

Quando falamos de Disney e conexão com o mar pensamos logo na Pequena Sereia (hoje também lembramos da Moana), não só porque a Ariel é a única princesa sereia da franquia, mas também pela importância do filme, que marcou o início da era renascentista da Disney, época das maiores e mais famosas produções do estúdio.

Apesar de ser apaixonadíssima pela Úrsula (os testes do Facebook já me garantiram que somos a mesma pessoa), nunca fui muito apegada particularmente a Ariel. Eu era o Sebastião da história. O que você tá vindo fazer aqui no mundo humano, Ariel?

humanworldisamess

Eu fui criança nos anos 90 e acompanhei a Disney lançar um clássico por ano, e lembro até de acompanhar a produção de Tarzan, o último da era renascentista e dos anos 90, que prometia mesclar o visual 2D com a técnica 3D para animar o Tarzan deslizando nos galhos, que por sinal foi inspirado no movimento dos surfistas.

tarzandisney

Em 2000, tivemos a Nova Onda do Imperador, que já era diferente dos filmes dos anos 90, mas também é muito bom. Até que chegou o ano de 2001 e o assunto desse post: Atlantis, O Reino Perdido.

atlantisdisneyposter

Atlantis lembra um certo nome: Atlântida. Essa misteriosa localização foi mencionada por Platão, como um continente que afundou no Oceano Atlântico. É sempre mencionado nas literaturas como o reino de sereias ou um reino submerso – que é o caso da Pequena Sereia e Aquaman.

Atlântida de Aquaman (DC Comics)

Atlântida de Aquaman (DC Comics)

Atlântida de Pequena Sereia (Disney)

Atlântida de Pequena Sereia (Disney)

Os produtores resolveram investir em uma produção um pouco diferente das produções comuns da Disney. O longa seria produzido sem música e, para manter o ritmo, eles apostaram nas cenas de ação. Eles se inspiraram no romance “Viagem ao Centro da Terra” para traçar a linha exploradora do filme, visitaram trilhas subterrâneas e museus, tudo para dar a Atlantis o visual de “todas as arquiteturas unidas em uma arquitetura mais primitiva”. A concepção da cidade circular de Platão foi mantida. Além dessas pesquisas, os produtores pesquisaram a concepção do clarividente Edgar Cayce, de onde surgiu a ideia da longevidade fornecida aos cidadãos de Atlantis através de um cristal.

kida01

Visualmente, Atlantis foi o filme que mais usou recursos de computador até a época. O formato de tela em que foi produzido também é diferente, sendo um formato mais panorâmico para valorizar a vista da cidade perdida.

atlantisdisney

O estilo visual é de Mike Mignola, criador do quadrinho Hellboy. Até mesmo um linguista foi chamado para produzir um idioma nativo; Marc Okrand, criador do Klingon de Star Trerk, criou o alfabeto Atlante, cuja letra “A” representa o mapa da cidade e a localização do cristal.

atlantisalphabet

Um texto atlante é lido da esquerda para direita na primeira linha, da direita para esquerda na segunda, e assim sucessivamente, a fim de simular o fluxo da água. Eu lembro que, na época, a divulgação estava pesadíssima e o McDonalds oferecia na caixinha do Mc Lanche Feliz esse alfabeto (eu me sentia muito atlante escrevendo coisas secretas).

Inicialmente, o protagonista Milo Thatch seria descendente de Edward Teach, o pirata Barba Negra. Os produtores preferiram que o filme tivesse um caráter mais explorador e aboliram essa ideia, mas mantiveram o sobrenome de Thatch.

Sinopse

O filme inicia-se em meio a uma confusão na qual Atlântis está afundando. A rainha é atraída para um mágico cristal poderoso, deixando para trás a pequena princesa Kida e o rei Kashekim, e a cidade afunda.

Milênios depois, em 1914, Milo Thatch é um cartógrafo que acredita ter encontrado a localização correta de Atlantis. Dada as suas falhas tentativas, Milo é motivo de piada no instituto onde trabalha. Após mais uma recusa, Milo é surpreendido por uma atraente mulhe que se chama Helga Sinclair, representando o milionário Whitmore. Whitmore trabalhou em uma expedição com o avô de Milo, que encontrou o diário de Atlântis no local onde Milo acreditava ser o correto. Milo então parte para Atlântis a bordo do submarino Ulysses comandado por Lyle Rourke. O submarino é destruído pelo Leviatã, monstro robótico que guardava a entrada da cidade. A expedição segue por uma caverna igual a mencionada no diário.

Em uma noite acampando, a princesa Kida desiste de atacar os navegantes por acreditar que Milo poderia ajudar a resolver o problema da cidade. Ela conduz toda a expedição a cidade perdida, que surpreendentemente ainda tinha habitantes. Kida confessa que eles estão cada vez mais sem energia e pede a ajuda de Milo, pois ela já esqueceu como lê o idioma nativo. Ao retornarem são surpreendidos pelos integrantes da expedição os aprendendo, que não contava com atlantes vivos e só queriam dinheiro. Ao achar a fonte da energia da cidade o cristal, kida também é atraída como sua mãe em forma de sacrifício. Rourke decide levar a princesa Kida como cristal para provar a existência da cidade, mas os outros tripulantes desistem de seguir esse caminho, pois resultaria na morte dos nativos. É quando se inicia as cenas de ações com Rourke e Helga tentando fugir (primeiro juntos, depois cada um por si), mas felizmente, os tripulantes aliados aos nativos atlantes conseguem recuperar a princesa Kida e o cristal.  Milo decide ficar em Atlantis, ao lado da agora rainha Kida, enquanto os sobreviventes da expedição enriquecem apenas provando que o local era real.

A expedição contava também com:

  • Vinny Santorini, um italiano especialista em demolição;
  • Joshua Sweet, um oficial médico;
  • Wilhelmina Packard, uma operadora de rádio extremamente cínica e sarcástica, que não para de fumar;  
  • Audrey Ramirez, a mecânica (ela conta uma história genial de como seu pai queria dois filhos, um para ser mecânico e outro campeão de luta, mas ela e a irmã conseguiram isso);
  • Cookie Farnsworth, um cozinheiro.
  • Molière, um escavador francês que age como uma toupeira.

Ao ser questionada de sua idade, Kida menciona ter mais de 8000 anos. Estima-se que a vida de um Atlante equivale a 300 anos humanos, então Kida teria aproximadamente 28 anos. A aparência dela se assemelha a Tempestade e a Princesa Yue (das terras da água) de Avatar.

tempestade_kida_yue

Infelizmente, todo esse ar de ficção científica, junto com a novidade 3D entrando no mercado com tudo no longa Shrek, fez com que o filme da Disney não tivesse o desempenho esperado. O retorno abaixo das expectativas começou nas bilheterias, e a série animada virou uma compilação de episódios reunidos em um filme. No entanto, minha maior frustração é que a Disneyland planejava uma atração subaquática com a temática do filme no parque, que também foi cancelada.

A crítica ficou bem dividida, e chegaram a salientar que um dos maiores problemas era não parecer um filme infanto-juvenil, e considerou o problema como sendo o público alvo indefinido. De qualquer forma, esse filme é considerado como o longa cult das animações da Disney, e pra mim, a repercussão mais injustiçada do estúdio.

Tô aqui torcendo para que essa onda de live action arraste Atlantis e o filme tenha o reconhecimento merecido!

Por Camila Piccini










23
jun
Resenha de livro – Ariel e a Pérola da Sabedoria por Paul Ruditis
em: Cultura

Ariel e a Pérola da Sabedoria é um livro escrito por Paul Ruditis lançado esse ano com o selo Disney, ou seja, podemos considerar a história como oficial. No Brasil o título foi publicado pela Editora Universo dos Livros.

arieleaperoladasabedoria_capa

A narrativa, escrita em terceira pessoa, conta uma aventura da nossa princesa preferida e se passa antes dos acontecimentos do filme original. Eu logo concluí que é como se fosse um episódio do seriado A Pequena Sereia que passou no Disney Channel de 1992 a 1994.

thelittlemermaidsries_intro

No livro, Ariel conhece uma sereia misteriosa chamada Nyssa de uma maneira nada convencional, mas a curiosidade da ruiva a faz construir uma amizade com ela. Então, as duas, acompanhadas de Linguado, partem para uma caça ao tesouro, com direito a muitas pistas espalhadas pelo oceano e até perseguição de seres marinhos perigosos. No final da jornada, as personagens aprendem lições significativas para toda a vida.

arieleaperoladasabedoria_contracapa

Como vocês podem imaginar, é uma obra totalmente voltada ao público infantil, mas apesar disso contém elementos que podem instigar a curiosidade do leitor, independente da idade. A história é bem leve e o final é bobinho, porém não previsível. Recomendo para o público alvo, afinal pode ser um ótimo incentivo a leitura para crianças.

Onde comprar?





Camila Gomes