31
out
Úrsula, a Bruxa do Mar

Chegou o Dia das Bruxas e nós não poderíamos deixar de falar dela: A Bruxa do Mar.

ursula01

Na história original de A Pequena Sereia, a bruxa do mar é uma personagem mais neutra, enquanto no desenho da Disney, a Úrsula foi projetada para ser uma antagonista direta com interesse em dominar o reino de Atlântica. Nos primeiros rascunhos, Úrsula seria uma outra criatura do mar, um peixe-leão ou teria aparência de serpente, mas pela imponência da personagem, os desenhistas optaram por uma cecaelia. Cecaelia é uma criatura mitológica, lê-se Cecília, que significa tronco de mulher e “pernas” de polvo ou lula. Também são chamadas de Octopus Sereia ou Octopus Humana. Embora uma lula tenha 10 tentáculos e um polvo tenha 8, Úrsula tem 6 pelo baixo orçamento da produção e também pela dificuldade em animar 8 tentáculos, mas sendo contado os 2 braços junto aos 6 tentáculos, a Úrsula, então, contém os 8 membros de um polvo.

ursula02

O termo cecaelia foi difundido pela personagem Cília, da comic Vampirella, um quadrinho dos anos 70. A personagem Cília não tinha relação direta ao próprio Vampirella e a história começa com Cília resgatando os dois últimos sobreviventes de um naufrágio:

cilia

“Não tenha medo, mortal, eu sou um habitante inofensivo dos mares, uma cilofita, meu povo salvou muitos de vocês que estavam prestes a se afogar”

“Após o naufrágio do cargueiro Davy Jones, apenas o capitão e um marinheiro sobrevivem após serem deixados em uma plataforma, ambos inconsciente. O capitão se recupera primeiro e decide explorar o nevoeiro formado quando encontra uma mulher chorando e lhe oferece ajuda. Assim que o nevoeiro se dissipa, ele fica horrorizado ao perceber que a mulher é um híbrido com um polvo. Ela o acalma explicando que está perdida e que resgatou ambos após o navio afundar. O capitão confia na Cília e ela os ajuda, fornecendo água e comida até eles retornarem para suas casas. A cília no entanto, continua perdida, então o capitão oferece que ela transforme a Inglaterra em seu lar para ficar junto dele. Ela aceita e o capitão quase nunca é visto pelo povoado e quando o encontram, ele está completamente molhado. As especulações no vilarejo sobre a mulher do capitão começam a se espalhar, quando um pequeno grupo de pescadores resolvem sequestrar a Cília. Quando o capitão a encontra amarrada e espancada, já é tarde para reverter as lesões e a Cília morre. O capitão entra em desespero e devolve o corpo da amada ao mar e some junto com ela. Mais tarde, o barco com os pescadores que mataram a Cília foi encontrado com os corpos mutilados, que o vilarejo interpretou como vingança das Cilofitas.”

Nesta história, a Cecaelia não é propriamente a bruxa/vilã, mas o conceito da arte remete a nossa vilã da Disney. A aparência da Úsula também foi inspirada na Drag Queen Divine. Embora a artista tenha falecido em 1988, Pat Caroll, a dubladora oficial, diz ter se inspirado em toda a teatralidade e o lado cômico que a personagem nos traz. Já a inspiração para a sua capacidade de enganar vem dos vigaristas vendedores de carro usado. Por aqui no Brasil, nossa Zezé Motta não deixou de nos passar a mesma sensação.

divinedrag

Queen Divine – Só acho que alguma drag de RuPaul deve ser a escolhida para Úrsula caso haja um live action!

Parentescos

Nos extras do DVD Diamante de 2013 da Pequena Sereia, é revelado que a ideia inicial da Disney era de que Úrsula fosse irmã do Rei Tritão, sendo portanto tia de Ariel. Essa ideia foi descartada no desenho, mas aproveitada no musical da Broadway de 2009, conforme revelado na música “I Want the Good Times Back”.

No musical, Tritão e Úrsula estão no leito de seu pai que está falecendo e ele deixa para o filho o tridente, e para Úrsula, a concha que ela usa como pingente, para que juntos pudessem governar o mar. Úrsula, com sua sede de poder, se revolta com o presente deixado por seu pai e se vira contra o irmão. Em algumas versões da história, Úrsula é uma sereia e, por sua ganância, acaba se transformando em um ser horrível. Outra diferença do musical para a animação é que quem acaba com Úrsula é Ariel, quando ela destrói sua concha mágica (que eu considero um final melhor do que ser atropelada por um navio naufragado).

Falando em Broadway, vale lembrar que em março teremos a adaptação do espetáculo no Brasil e vocês podem acompanhar as novidades nesse post aqui.

ursulabroadway

Para enterrar de vez a teoria de que Úrsula e Tritão seriam irmãos, a Disney resolveu lançar uma continuação da animação em 2000. Em A Pequena Sereia 2, a vilã principal é a cecaelia Morgana que promete vingar a morte da irmã mais velha; e a protagonista é Melody, a filha humana de 12 anos de Ariel e Eric que sonha em ser sereia.

Apesar de ser irmã de Úrsula, eu acho Morgana mais semelhante a Malévola, a vilã de A Bela Adormecida, por conta de sua pele esverdeada e por ter invadido um batizado para lançar uma maldição. Além disso, sua aparência esguia a faz parecer mais com uma lula.

morgana_apequenasereia2

Durante o filme, Morgana revela que Úrsula sempre foi a favorita da sua mãe e seu objetivo é superar os feitos da irmã. Por essa perspectiva, podemos concluir que a mãe de Morgana e Úrsula é quem foi expulsa de Atlântica e incentivou suas filhas a retomarem o poder do fundo do mar. Úrsula acabou se destacando, mas é como se fosse uma “família de bruxas do mar”.

apequenasereia2_morganaeursula

Aparições

No telefilme da Disney Channel Descendentes 2, a voz de Úrsula é feita pela atriz Whoopi Goldberg e, infelizmente, somente os seus tentáculos aparecem, mas somos introduzidos à sua filha Uma, que já falamos sobre um pouco mais nesse post aqui. A Uma também é uma cecaelia e se transforma ao final do filme. Ao contrário da protagonista que é filha de Malévola, Uma não se tornou boazinha e promete retorno.

uma_descendentes2

A Úrsula também é a principal antagonista na série de TV dos anos 90 A Pequena Sereia. Os episódios em que ela aparece são “Contra a Maré”, “Siri Melhor Quem Siri Primeiro”, “Heróis” e “Os Tesouros de Ariel”. Eu lembro vagamente que no seriado fica implícito que a Úrsula tentou replicar o tridente de tritão, e por esse motivo foi banida de Atlântica. Esse é um dos mistérios que cercam a história da bruxa até hoje, ninguém sabe ao certo o porque ela foi banida. Ano passado foi lançado o livro sobre Úrsula da série de vilões da Disney da escritora Serena Valentino (tem resenha aqui), mas a pergunta continua sem resposta.

Outras aparições no Disney Channel incluem Point do Mickey, A Casa dos Vilões e o seriado Hércules (se formos considerar a mitologia grega, faz sentido essa aparição, né!).

ursulacameos

Já na série da ABC Once Upon a Time, Úrsula aparece em três diferentes formas. A primeira acontece no sexto episódio da terceira temporada, quando Regina se disfarça de bruxa do mar para tentar ludibriar Ariel com a finalidade de destruir Snow. Dentro dessa narrativa, Úrsula é apenas um mito, uma deusa do mar. Para conseguir o que quer, Regina fingiu ser Úrsula dando as tão sonhadas pernas para Ariel para fazer com que ela a entregasse Snow. Como Ariel decide não trair a confiança da amiga, ela se torna novamente uma sereia e sem a sua voz, fazendo com que ela não conseguisse se encontrar com Eric.

onceuponatime_ursularegina

A atriz intérprete de Regina, Lana Parilla, confessou ser muito fã de Úrsula e pediu para a produção que pudesse ser, por um episódio, a bruxa do mar. No fim do mesmo, descobrimos que a verdadeira Úrsula existe, e ela aparece ameaçando Regina por ter se passado por ela. Depois disso, a personagem ressurge apenas a partir do décimo episódio da quarta temporada, e é quando tem maior destaque.

onceuponatime_ursula02

No episódio quinze, intitulado Poor Unfortunate Souls (título da música tema da vilã na animação da Disney), conhecemos uma jovem Úrsula sereia que se torna incapaz de cantar depois que seu pai, Poseidon, descobre que ela se envolveu com humanos. O castigo a revolta, fazendo com que ela se torne uma grande vilã se transformando numa cecaelia. Anos depois, com a ajuda da protagonista Emma, ela consegue sua voz de volta e faz as pazes com seu povo. As referências a história de Ariel são infinitas!

onceuponatime_ursula01

Além de todas essas versões, Queen Latiffah já se caracterizou como a musa das trevas aquáticas para a série fotográfica de Annie Leibovitz.

queenlatifah_AnnieLeibovitz

E para quem, assim como eu é #teamUrsula, já escolheu sua versão favorita da personagem?

ursulakardashian

Por Camila Piccini










21
jul
Dinglehopper – O pente garfo

Todo mundo que assistiu ao clássico Disney A Pequena Sereia não esquece o exato momento no qual a Ariel começa a passar um dinglehopper (em português “bruguzumba”) nos cabelos na hora de comer – impossível também esquecer principalmente a cara do Eric e do Sr. Grimsby.

arieldinglehoppergif

A cena ficou tão eternizada que já foi imitada por famosas como Lady Gaga e também por todo fã da Ariel.

ladygaga05

Camila Gomes, nossa Ariel do Sereismo (Foto por Fernanda Messas)

Camila Gomes, nossa Ariel do Sereismo (Foto por Fernanda Messas)

Enquanto a Ariel encontrou um objeto humano para pentear os cabelos, os humanos encontraram no mar o primeiro “pente” da história. Aliás, o nome “pente” vem de um molusco marinho conhecido como pecten. O formato da sua concha se assemelhava aos dentes de um pente. Com o passar dos anos, o objeto foi aperfeiçoado e feito em materiais como madeira e ossos, até chegarmos no nosso pente de plástico.

pecten

Antigamente, essa concha era usada para alisar os cabelos. Como a ideia é desembaraçar, os cabelos naturalmente ficavam mais lisos. Mas e os cabelos cacheados? Eu, como cacheada, ainda tenho essa dúvida que semeia o imaginário popular: como se penteia um cabelo cacheado?

arielcacheada

A resposta está com o Sabidão: Pente Garfo.

Quem tem cabelo cacheado sabe que, para desembaraçar o cabelo, só estando com os fios molhados para não estragar os cachos, e na hora de fazer aquele volume, o pente garfo é essencial. Ou seja, entre as pessoas cacheadas a Ariel faria muito sucesso e receberia muitas dicas.

Mirella Ferraz adorou as dicas para os seus cachos! haha

Mirella Ferraz adorou as dicas para os seus cachos! haha

Os filmes da Disney possuem sempre muito anacronismo, ou seja, inserção de elementos atuais mesmo em um contexto de um desenho de ambientação mais antiga. No caso da Pequena Sereia, um filme lançado em 1989, os elementos atuais são dos anos 80. Isso parece muito óbvio quando a Ariel consegue pernas. A moda dos anos 80 ficou marcada pelo exagero, pelo volume e pelas cores, que definitivamente estão presentes no desenho. O grande laço no cabelo da Ariel no figurino de Beije a Moça, o vestido de noiva inspirado no do casamento real da Lady Diana, as mangas bufantes do vestido rosa e até o cabelo vermelho vibrante, adepto de cantoras como a Cindy Lauper, é característico da época.

thelittlemermaid_anos80

Ligando os pontos, o pente garfo, responsável por proporcionar volume aos cabelos sem destruir os cachinhos, combinado com visual dos anos 80, repleto de volume, deve ter sido o que inspirou o cabelo da personagem. Ou seja, foram as dicas do Sabidão que mantiveram essa franja flutuante mesmo fora do mar.

arielgif2

As referências não param por aí, o Dinglehopper/Pente/Garfo também tem sua história. Antigamente, as pessoas comiam com as mãos e os garfos possuíam apenas dois dentes, para servir a comida. Com o tempo, o uso do garfo foi individualizado e passou a ter 3 dentes para pegar melhor a comida. A difusão do talher pela Europa se deu com 3 dentes, para só então na metade do século XVII o Rei Fernando de Bourbon acrescentar o quarto dente no objeto. A morte do Rei Fernando ocorreu no ano de 1859, porém a história da Pequena Sereia da Disney é ambientada por volta de 1890. Entretanto, se a gente olhar o garfo do desenho, os três dentes continuam.

Além disso, também podemos observar uma grande relação do objeto com o tridente de Tritão.

tritaoapequenasereia

O tridente é o símbolo do deus Poseidon, rei dos mares na mitologia grega e também pai de Tritão, o fazendo avô da Ariel. Na peça teatral da Broadway de A Pequena Sereia, Tritão herda o tridente de seu pai e é o motivo da briga com Úrsula, que na peça é sua irmã.

thelittlemermaid_broadway02

O tridente é uma arma de guerra que representa a força e o domínio sobre o mar. Na simbologia, quando fincado na terra, possuía o poder de instituir mares calmos ou agitados e, nesse caso, o tridente simbolizava também a inconstância. Quando eu coloquei a Ariel como geminiana no post sobre os signos das sereias da cultura pop, eu falei um pouco da inconstância dela, que também é uma característica da água. Toda essa simbologia é, de fato, real, mas não sei mencionar até que ponto os criadores se inspiraram para criar isso e onde começam as coincidências. O fato é que, mesmo inconscientemente, propagamos a imagem da princesa com um objeto semelhante ao que representa todo o poder do seu pai, e que ainda pode ser o responsável por toda aquela franja que faz com que as cosplayers da sereia quebrem a cabeça para manter.

Camila Gomes e Babi Sparrow - Serenidade no olhar de quem fica 3 horas para arrumar uma franja

Camila Gomes e Babi Sparrow – Serenidade no olhar de quem fica 3 horas para arrumar uma franja

Na série Once Upon A Time, quando somos apresentados a personagem Ariel, interpretada por Joanna Garcia, Snow a leva a uma festa e começa a ensina-la sobre coisas humanas. A princesa pega um garfo e pergunta a Ariel se ela sabe o que é aquilo. Todos esperam que ela responda que é um dinglehopper, mas a sereia diz que é um mini-tridente. Isso acontece no episódio 6 da terceira temporada.

arielouat_minitrident

Quem diria que um simples garfo poderia contar tantas histórias? No final das contas, Sabidão realmente nunca se engana.

Por Camila Piccini










3
set
As sereias da Terra do Nunca

A Terra do Nunca (Neverland em inglês) é pano de fundo das histórias de Peter Pan, o menino que não queria crescer. Dentre os habitantes da ilha mágica estão fadas, sereias, piratas e índios. O protagonista é um personagem criado pelo escocês J.M. Barrie em 1902, e suas aventuras na Terra do Nunca já foram recriadas na telona por diversos estúdios, sendo a mais famosa delas a animação da Disney de 1953. Além dessa, também temos outros títulos conhecidos, como o filme “Hook”, de 1991, e o live-action baseado no da Disney e de mesmo nome, lançado pela Universal e Columbia Pictures em 2003.

Tenho certeza que a maioria dos leitores do Sereismo já assistiram a pelo menos uma dessas versões, e com certeza a parte que mais chamou atenção foi a das sereias. Junto com tanta história diversa sobre Peter Pan, consequentemente temos mais um monte de sereias retratadas de formas diferentes. A única coisa em comum entre todas elas é que não são muito amigáveis (especialmente com mulheres – a Wendy que o diga! rs), mas na aparência temos bastante variedade. Vamos conhecer algumas delas?

neverland_disney

As sereias da Disney são sempre  encantadoras (vide Ariel, a princesa favorita da maioria das pessoas que conheço! heaiuheaiea). As que vivem na Terra do Nunca são lindas, charmosas e ardilosas. Quando eu era mais nova vibrava quando elas apareciam e ficava triste pela aparição ser tão breve. Ficava imaginando se a Wendy se transformaria em sereia, caso elas conseguissem afogá-la. E de vez em quando procurava a Ariel e suas irmãs entre elas heauheaui (o filme é mais antigo que “A Pequena Sereia”, mas pela minha idade é óbvio que assisti os dois na mesma época, hehe).

neverland_disney2

Em 2002 a Disney lançou a continuação “De Volta a Terra do Nunca”, mostrando dessa vez a filha de Wendy no meio das mesmas sereias que atentaram contra a vida de sua mãe.

neverland_hook

O filme “Hook” (1991) é centrado no Capitão Gancho e em um Peter Pan que finalmente cresceu, interpretado pelo já saudoso Robin Williams. A cena das sereias também é bem rápida, mas foi feita com capricho, pois elas são umas das mais lindas e bem caracterizadas de Hollywood.

neverland_peterpan2003

Já na versão de 2003 do longa distribuído pela Universal e Columbia Pictures, as sereias são mais sombrias, porém não menos hipnotizantes.

neverland_1924

Agora voltando totalmente no tempo… Em 1924 a Paramount Pictures lançou um filme mudo e em preto e branco de Peter Pan. Independente de antigo e da tecnologia naquela época ser nula, é uma passagem linda e muito mágica de se ver! As sereias no estilo retrô ficam ainda mais belas!

neverland_ouat_natashawilson

A atriz Natasha Wilson como uma sereia da Terra do Nunca na série “Once Upon A Time”

E é claro que eu não me esqueceria das sereias do meu seriado favorito de todos os tempos, Once Upon A Time <3 Logo no primeiro episódio da terceira temporada, quando o barco do (deuso) Hook está chegando na Terra do Nunca, as sereias começam praticamente uma guerra com a tripulação. Apesar de perigosas e não confiáveis, elas são retratadas como mulheres lindas e atraentes. Aliás, o detalhe que eu mais gosto é que na série a Ariel é uma sereia boa que também reside na Terra do Nunca!

A atriz Joanna Garcia como Ariel em "Once Upon A Time"

A atriz Joanna Garcia como Ariel em “Once Upon A Time”

Bom, há muitas outras versões de Peter Pan que não foram citadas, tanto em TV, teatro ou cinema, pois nem todas incluem as sereias e outras que, por serem antigas e menos conhecidas, não consegui achar fotos.

Em tempo: Preparem-se, pois em julho de 2015 a Warner Bros irá lançar o longa “Pan”, que contará com Hugh Jackman e Amanda Seyfried no elenco, e a modelo Cara Delevingne já foi cotada para viver uma das sereias!

Cara Delevingne fantasiada de sereia em um baile temático (2012)

Cara Delevingne fantasiada de sereia em um baile temático (2012)

Já estou ansiosa por esse novo filme! Como vocês acham que as sereias serão representadas? Espero que elas tenham bastante destaque! E qual a sua preferida de todas? 😀





Camila Gomes