1
jul
Resenha de livro – A Sereia e o Monge por Sue Monk Kidd
em: Cultura

“A Sereia e o Monge” é um livro de romance/ficção publicado em 2005 da autora Sue Monk Kidd. A obra conta a história de Jessie Sullivan, uma mulher de 40 anos que vive uma vida normal e acomodada de esposa e mãe, até que se apaixona por um monge.

asereiaeomonge_capa

Tudo começa quando Nelle, a mãe de Jessie, corta propositalmente o seu dedo indicador fora. Então, Jessie volta à sua cidade natal, uma pequena ilha na qual ela evitou desde sua formatura na faculdade por causa da tristeza que lhe causava ao lembrar a morte de seu pai, que ocorreu no local quando Jessie tinha apenas 9 anos. O plano era ficar apenas alguns dias para cuidar de sua mãe, mas ao conhecer o monge Irmão Tomás e se deparar com mistérios que acercam o a atitude de Nelle e o falecimento de seu pai, Jessie decide mudar a sua vida pacata por completo e descobrir mais sobre si mesma.

asereiaeomonge_contracapa

Ok, e onde tem sereia nessa história? Na verdade, o livro não fala sobre sereias, mas o enredo gira em torno de uma. Quer dizer, várias. A ilha na qual Jessie nasceu tem como “padroeira” a Santa Senara, que assim como a Santa Murgen, foi uma sereia antes de ser santificada. Na abadia em que Irmão Tomás mora existe uma cadeira dessa santa, em que a população e turistas acreditam ter poderes milagrosos. Ou seja, os cidadãos da pequena cidade – e também quem passa por ela – acabam ficando bem de perto com lendas de sereias e suas figuras.

Além dessas referências (tem muitas outras, as sereias fazem parte da vida de todos os personagens, mas não posso me prolongar senão vira spoiler, rs), a protagonista Jessie acaba se identificando como uma sereia também, mais precisamente a própria Santa Senara. Segundo a lenda, que se difunde um pouco com a dos selkies, a sereia deixava sua cauda escondida para virar humana e ajudar os necessitados. Até que um monge se apaixona por ela e esconde a sua cauda, obrigando-a a ser humana para sempre e viver ao seu lado.

Ou seja, se você quer ler livros sobre sereias em si, procure outro, hehe (temos resenhas de vários aqui!). Independentemente, a leitura é interessante porque aborda o tema sereia – muitas vezes visto como infantil – ao mesmo tempo em que estamos falando sobre o amor entre pessoas com mais de 40 anos, e a busca insaciável pelo eu interior. Pois é, apesar de ter encontrado o livro numa prateleira de livros para crianças (que feio, hein, Saraiva!), é um dos mais maduros que já li.

Minha pequena representação de "A Sereia e o Monge" kkkk

Minha pequena representação de “A Sereia e o Monge” kkkk

E já que mencionamos santas sereias, uma curiosidade: apesar das histórias serem semelhantes e até mesmo originárias do mesmo local, a Santa Murgen e a Santa Senara não tem nada a ver uma com a outra. Enquanto a primeira realmente já foi considerada santa nos Anais Irlandeses, mas posteriormente renegada, a segunda é apenas uma lenda mesmo. A tal cadeira citada em “A Sereia e o Monge” existe de verdade, mas não fica nos Estados Unidos, e sim em Cornwall, na Inglaterra. E se você ficou curioso para ler mais sobre a Santa Murgen, indico fortemente o livro “Quando as Sereias Choram”, de Mirella Ferraz (já resenhamos aqui).

Cadeira da Santa Senara em Cornwall – Pela foto e descrição, não é nada parecida com a do livro de Sue Monk Kidd.

Cadeira da Santa Senara em Cornwall – Pela foto e descrição, não é nada parecida com a do livro de Sue Monk Kidd.

Falando em descrições… Apesar da autora de “A Sereia e o Monge” ser premiada e estar de parabéns pela sua extensa pesquisa para concluir sua obra (ela demorou quatro anos para escrever o livro!), achei que sua narrativa pecou. Demorou alguns capítulos para eu me prender, mas valeu a pena ter dado uma chance. Em se tratando de detalhamentos também deixou a desejar. E olha que sou uma pessoa que detesta aqueles tipos de livros que usam uma página inteira para descrever uma janela, por exemplo. Mas achei que faltaram detalhes sobre os personagens, detalhes que ajudam na imaginação, sabe? Para a minha alegria (e para quem já leu e sentiu o mesmo), existe um filme baseado na obra que nos ajuda nesse quesito!

themermaidchairmovieposter

O longa leva o mesmo nome do livro (que, aliás, em inglês é “The Mermaid Chair”) e foi lançado em 2006 apenas para TV (já passou no Corujão da Globo!). A atriz Kim Basinger é quem dá vida à Jessie. Assista ao trailer abaixo:

Como se trata de um telefilme, é óbvio que não é aqueeeela produção nível Hollywood, né?! Para ser sincera, até estraga um pouco o livro, kkkk. A dica é ler primeiro para depois assistir (ou, então, nem assistir!). Sem contar que algumas coisas se diferem da obra original, mas nada que mude o percurso da história. Há algumas cenas com sereias e é isso que chama atenção. Só acho que tinham que ter caprichado um pouco mais no final!

Ficou curioso? No YouTube tem o filme na íntegra, mas em inglês e sem legenda.

Onde comprar o livro:

>> Saraiva





Camila Gomes





8
maio
Fotos de bebês e cachorros embaixo d’água por Seth Casteel

Seth Casteel é um premiado fotógrafo norte-americano gatíssimo e autor de best seller. Em fevereiro de 2012 ele lançou o livro “Underwater Dogs”, no qual as imagens viraram sensação na internet e, até hoje, já vendeu mais de um milhão e meio de cópias pelo mundo. 

sethcasteel_underwaterdogs_capa

sethcasteel_underwaterdogs

sethcasteel

Tudo começou em 2007, quando Seth era fotógrafo voluntário de animais abandonados – ele tirava fotos dos bichinhos para ajuda-los a achar um lar. Certa vez, ao fotografar um cachorro da raça Cavalier King Charles Spaniel, Seth percebeu que o cãozinho se sentia muito mais a vontade dentro da piscina do que em terra. Então ele se deu conta da conexão que os animais tem com a água, o quanto eles se divertiam e o quanto as fotos ficavam alegres. E depois de “Underwater Dogs”, veio o também best seller “Underwater Puppies”.

sethcasteel_underwaterpuppies_capa

Em “Underwater Puppies” as fotos são com filhotinhos submersos, mas com um outro propósito: alertar as condições de segurança se você tem filhotes e casa com piscina. De acordo com Seth, acidentes envolvendo animais e piscinas são frequentes e podem ser evitados. Basta tomar o cuidado ideal. Outra mensagem por trás da obra é a importância da adoção e do resgate de bichos abandonados. Ou seja, além de lindo ainda se importa com a causa animal. #comonãoamar kkkkkk

sethcasteel_underwaterpuppies

Recentemente, Seth mergulhou (entederam o trocadilho? rs) em outra série de fotos envolvendo piscinas e seres fofos. Dessa vez, utilizando bebês como modelos. O resultado não poderia ser outro…

sethcasteel_underwaterbabies_capa

Muito sucesso e fofura, assim como os livros anteriores! Com o mesmo objetivo de “Underwater Puppies”, “Underwater Babies” também alerta os perigos de ter uma piscina sem segurança tendo crianças em casa. Seth espera que com o livro ele encoraja os pais a considerarem aulas de natação a seus filhos para evitar tragédias.

sethcasteel_underwaterbabies02

sethcasteel_underwaterbabies01

E é assim que desejamos um feliz Dia das Mães às sereias mamães leitoras do Sereismo <3





Camila Gomes





4
mar
Resenha de livro (e sorteio) – O DNA da Sereia por Marcela Ortiz
em: Cultura

O DNA da Sereia é o livro de estreia da veterinária Marcela Ortiz no mundo da literatura. Apaixonada por animais silvestres, livros e sereias, a mineira nos apresenta uma história em que consegue misturar todos os seus vícios.

dnadasereia01

Tudo começa quando o empresário Christian cruza o caminho de uma mulher misteriosa que atende apenas por Emi. Depois de saber detalhes inacreditáveis da vida de Emi e encantado por sua beleza exótica, ele resolve ajudá-la na busca pela Dra. Cecília, a única que pode ajudar a salvar sua espécie das mãos de cientistas gananciosos.

dnadasereia02

O livro é basicamente uma aula sobre a teoria dos macacos aquáticos e retrata sereias da forma mais diferente, porém mais realista de todas: carecas, sem pelos e com membranas entre os dedos. Além de ser curta, a narrativa também é envolvente, e eu li tudo em uma noite só! Quando cheguei na última página queria mais, e felizmente a Marcela já pensa em uma continuação.

A outra boa notícia é que um exemplar autografado pela autora de “O DNA da Sereia” pode ser seu! E como nosso último sorteio foi pelo Facebook, dessa vez iremos realizá-lo usando o Instagram.

dnadasereia04

Para participar, basta SEGUIR o Sereismo no Instagram e seguir as instruções da imagem indicada lá!

Mais fácil que isso, só dois disso, né?! Então vamos facilitar mais ainda? Sim, serão DOIS ganhadores!

dnadasereia03

O resultado sai no dia 19 de março. 

Boa sorte 😀

E obrigada, Marcela, pelo presente e parceria <3 Muito sucesso pra ti e parabéns pelo livro!





Camila Gomes