27
ago
Milk & Sea por Hana Vojackova
em: Cultura

Mais uma proposta envolvendo fotografia e sereias. Dessa vez, a responsável é a tcheca Hana Vojackova.

Seu objetivo com o projeto Milk & Sea é explorar, através de fotos e modelos reais, um modo de conectar esses seres místicos com o mundo de hoje em dia. Como seriam as histórias de sereias se elas vivessem em condições contemporâneas? Onde viveriam? O que fariam? Quem elas realmente seriam?

Para chegar a esse conceito, Hanna viajou para vários países procurando inspiração e garotas locais que se sentissem diferentes das demais. Influenciada por suas histórias de vida, a fotógrafa fez imagens trabalhadas com o tema da cultura popular, mostrando a conexão que temos com sereias.

O nome Milk & Sea vem de uma expressão tcheca tradicional, que diz que quando uma moça é saudável ela é de “sangue e leite”. Isso, aplicado a sereias, se tornaria “mar e leite”.

O resultado você vê logo abaixo:

milkandsea_barunka_reptcheca

Barunka – República Tcheca

milkandsea_ida_islandia

Ida – Islândia

milkandsea_jaymy_alemanha

Jaymy – Alemanha

milkandsea_laura_italia

Laura – Itália

milkandsea_lisa_inglaterra

Lisa – Inglaterra

milkandsea_solana_portugal

Solana – Portugal

Ou seja, para a tcheca, é sereia qualquer mulher que se sinta especial. E nós concordamos!

Para visitar o seu site oficial, clique aqui.





Camila Gomes





30
jul
Fotógrafo realiza ensaio com modelos em navio naufragado

Dica da leitora sereia Priscila Chierice. Essa é de tirar o folêgo (literalmente!)

Enquanto estava de férias em Bali, o fotógrafo Benjamin Von Wong aproveitou para realizar um dos seus grandes sonhos de fazer um ensaio fotográfico subaquático no oceano.

Ele já tinha experiência, pois já havia feito fotos semelhantes dentro de uma piscina, mas agora Benjamin estava a procura de um cenário mais elaborado e misterioso.

O que faltava para seu objetivo se concretizar era um certificado de mergulhador e modelos que topassem o desafio. O primeiro foi fácil, já o segundo…

“Modelos normais não conseguiriam prender a respiração por tanto tempo embaixo d’água e fazer um treinamento para isso duraria muito tempo.”

Além disso, ele também precisaria de uma equipe preparada e roupas que não estragassem com a água salgada. Todos esses fatores fariam qualquer um desistir, mas a sorte (e persistência) estava ao lado de Benjamin e, através de amigos, ele conheceu as mergulhadoras Nora Li e Camila Agent, ambas belas e com a habilidade de segurar a respiração por cerca de 3 minutos.

O resultado dessa incrível aventura você vê abaixo:

benjaminvonwong1

benjaminvonwong2

benjaminvonwong3

Elas parecem verdadeiras sereias, né?! Assista também a um video do making of:

O fotógrafo ainda relata toda essa experiência em detalhes em seu site oficial. Clique aqui para ler.





Camila Gomes





16
jun
Modelo paraplégica vira sereia em ensaio fotográfico

A norte-americana de apenas 19 anos Mackenzie Clare achou que nunca mais poderia seguir seu sonho de se tornar modelo, após ficar paraplégica em um acidente de carro quando tinha apenas 10 anos. Entretanto, logo esse pensamento mudou quando a ruiva conheceu a fotógrafa Kerri Lane.

Mackenzie estava passeando com o seu namorado quando Kerri a surpreendeu convidando para ser modelo de um ensaio fotográfico que estava planejando. Apenas quando ambas se aproximaram uma da outra que Kerri percebeu que a jovem estava em uma cadeira de rodas, então ela imediatamente se deu conta que Mackenzie era, realmente, a escolha perfeita para o seu projeto.

mackenzieclare_bykerrilane01

“Não é algo comum ver uma pessoa tão nova nessa situação, então no início eu fiquei chocada, mas ao mesmo tempo pensei ‘uau, isso será fenomenal’.”

Nas mágicas imagens, Mackenzie está boiando em uma piscina usando uma cauda de sereia azul brilhante. O responsável pela customização da cauda foi o filho de Kerri, Shawn, que também chamou um amigo para ser o Príncipe Encantado do ensaio.

mackenzieclare_bykerrilane03

mackenzieclare_bykerrilane02

mackenzieclare_bykerrilane05

Para Mackenzie, ser convidada para modelar a fez ficar emocionada, pois ela jamais imaginaria que alguém iria se interessar por uma modelo paraplégica:

mackenzieclare_bykerrilane04

“O convite me fez me sentir especial. Normalmente quando as pessoas se aproximam é para me perguntar como eu perdi os movimentos das pernas tão cedo. Eu nunca vi modelos em TVs ou revistas em cadeiras de rodas antes, então parece que é um sonho muito alto que seria impossível de realizar. Agora eu estou começando a me sentir mais confiante.”

A jovem também tem um site onde aceita doações que cobrem seu tratamento, além de ajudar outras pessoas que sofrem do mesmo problema.

Fonte: DailyMail

Beijos, Camila





Camila Gomes