25
maio
As sereias da Disneyland

Nós já havíamos falado sobre essa curiosidade na nossa fan page do Facebook (curta Sereismo!), que nos anos 50/60 a Disneyland (a que fica na California) contratava mulheres para serem sereias no parque. Elas faziam parte de uma atração chamada Submarine Voyage.

Pois bem, daí ontem a sereia leitora Ana Carolina Murray nos marcou nessa reportagem do PopSugar e achei interessante traduzi-la pro blog! Trata-se de uma entrevista com uma ex-sereia da Disney. Confira:

Quando o novo Submarine Voyage foi lançado em 1959, oito mulheres fantasiadas de sereia mergulhavam pela lagoa Tomorrowland como parte da celebração. Seis anos depois, a Disneyland trouxe um novo grupo de sereias para três verões consecutivos. Apesar delas serem populares, a exposição ao cloro virou uma preocupação, até que os representantes do parque resolveram tirar todas da piscina em 1967.

disneylandmermaids01

Uma das sereias de 1959 era uma garota de 18 anos de cabelos negros chamada Susan Musfelt (atualmente atende pelo sobrenome de casada Susan Hoose). Depois de passar o verão como uma sereia, Susan estudou na Universidade do Estado do Arizona, onde ela conheceu seu futuro marido. De volta à California, o casal criou quatro filhos, nos quais são o seu maior orgulho. Atualmente morando no Arizona, Susan tirou um tempinho de sua movimentada agenda como corretora para relembrar sua experiência como uma sereia da Disneyland.

Susan como uma sereia e atualmente

Susan como uma sereia e atualmente

* Retirado do livro The Disneyland Book of Lists, de Chris Strodders.

No início de 1959, eu vi um anúncio da Disney no jornal procurando por sereias em potencial. Centenas de meninas apareceram no hotel. Pelo que eu lembre, os requisitos de idade eram de 18 a 24 anos, ter cabelo comprido e saber nadar. Felizmente eu tinha quatro anos de experiência em ballet aquático e ia completar 18 anos antes dos submarinos abrirem. Eu fui fazer o teste direto do treino, então estava usando camisa e shorts – acho que por ser a única menina que não estava de biquíni, fiquei em evidência. Mandaram a gente fazer uma fila e um homem e uma mulher passava por nós nos checando. Eu certamente não fazia ideia do que eles estavam procurando. Então eles pediram para algumas se sentarem perto da piscina.

Umas 40 garotas passaram para o teste do nado, mas pelo menos metade foi embora antes mesmo de entrar na piscina, já que nessa parte elas se deram conta do que teriam que fazer. Assim que nossos nomes foram chamados, mandaram a gente ficar de pé na parte mais profunda da piscina do hotel. Os nossos tornozelos e pulsos foram amarrados com um pano macio, e fomos instruídas a mergulhar por toda a piscina, inclusive encostando a barriga bem no fundo, enquanto salva-vidas nos observavam. Cheguei a ouvir algumas meninas sendo aprovadas, então eu sabia que podia ser possível. Quando dei por mim, já estava mergulhando até o fundo.

Meu estômago roçou a parte inferior da piscina antes de eu sentir meu corpo subindo. O movimento me impeliu de chegar a parte rasa, onde salva-vidas ajudaram a me desamarrar e pular para fora. Me pediram meu nome e número de telefone, deram um livro com tickets para passeios no parque e agradeceram minha presença. Eu não tinha ideia se tinha conseguido ou não. Minha família estava animada por eu ter tentado, e ficaram ainda mais eufóricos quando, dias depois, meu pai recebeu um telefonema de um executivo da Disney o informando que eu havia sido selecionada. Fiquei emocionada – era meu primeiro emprego de verdade e eu iria ganhar 45 dólares por semana sendo uma sereia da Disneyland!

O treinamento era rigoroso, e foi difícil conciliar as aulas de natação com escola, provas finais e formatura. Durante meses antes da inauguração, as sereias se encontravam toda tarde na piscina do Disneyland Hotel. Hora após hora nós praticávamos nados sincronizados. Nós ainda não usávamos as nadadeiras porque elas ainda estavam sendo feitas. A primeira vez que nadamos na lagoa Tomorrowland foi apenas poucas semanas antes da grande abertura, que aconteceu em 14 de junho. A construção acontecia ao nosso redor e eu lembro que via andaimes e operários, e o trabalho continuou até o último minuto. Eu não conheci o Walt Disney pessoalmente, mas nós fomos apresentadas a ele como um grupo pouco antes da inauguração.

disneylandmermaids02

Assim que o Submarine Voyage começou a funcionar naquele verão, eu tive a oportunidade de dar uma volta nele pra ter uma melhor perspectiva de como as sereias eram vistas. Das pequenas janelas em frente aos assentos, os passageiros podiam ver as sereias nadando enquanto ouviam músicas e pessoas comentando sobre o passeio. Para as sereias, a vista era limitada. A gente não conseguia ver nenhum rosto de quem estava dentro do submarino – as janelas ficavam brancas embaixo d’água. Eu sorria, acenava e fazia malabarismos com a minha cauda. Nós não podíamos ir para a superfície enquanto o submarino não passasse. A água ficava a 12 graus Celsius e era bem gelado, então entre um submarino e outro nós sentávamos nas pedras e ficávamos nos aquecendo no sol.

Nós vestíamos tops e caudas que combinavam. As caudas eram de borracha, pesadas e vinham de diferentes cores. A minha era verde. Nós escorregávamos nossos pés até as nadadeiras e subíamos até a cintura, para então dois jovens rapazes fecharem o zíper para nós. Depois eles seguravam as nossas mãos para nos ajudarem a irmos até a água. O processo era revertido sempre que precisávamos sair da água por algum motivo. Anos depois eu tenho a impressão de ter reconhecido as nadadeiras que usávamos quando assisti a Daryl Hannah no filme ‘Splash’.

Nós entrávamos na água por uma doca atrás do cenário, então a primeira visão que o público tinha de nós já era embaixo d’água. Nós nadávamos por cerca de duas horas e então tínhamos uma pausa de 45 minutos. Não havia interação verbal entre as sereias e o público. Na verdade, nós éramos instruídas a permanecer no meio da lagoa, então não era possível conversar com o público porque ficava bem longe (apesar da gente conseguir ouvi-los nos chamando). Teve um dia que um grupo de garotos pularam na água para chegar perto de nós, mas eles foram impedidos por um funcionário da Disney e não chegaram a alcançar as pedras onde estávamos sentadas. Para finalizar, ter tido a oportunidade de ser uma sereia e trabalhar para o Walt Disney foi fantástica, e eu valorizo essa experiência.”

disneylandmermaids03

disneylandmermaids04

disneylandmermaids05

disneylandmermaids06

disneylandmermaids07

Imagens: Tumblr, Daveland Web e PopSugar.





Camila Gomes





14
jan
As sereias de Seiyachan

Seya é uma artista húngara e que ta aqui no Sereismo porque, obviamente, faz vááárias ilustrações de sereias <3 Todas desenhadas em estilo anime, bem coloridas e fofas. Dá uma olhada em algumas delas:

seyachan01

seyachan02

seyachan03

seyachan04

Repararam nos variados tipos de sereia? Tem até com rabo de cavalo-marinho e tritão-tubarão. As mais variadas fazem parte da série de signos (pena que não tem todos!), olha só:

Leão, Sagitário, Peixes e Capricornio

Leão, Sagitário, Peixes e Capricornio

Outra coisa que me chamou atenção no trabalho da Seya é a versão de outros personagens famosos como sereias. Adoro! Tem desde Princesas da Disney até My Little Pony.

seyachan_princesas

seyachan_sailormoon

seyachan_jessica

seyachan_littlepony

Amei também essa Ponyo sereia abaixo. Já falamos sobre esse filme aqui, que é basicamente uma visão um tanto diferente do conto original “A Pequena Sereia” do Hans Christian Andersen, lembram?

seyachan_ponyo

O que acharam das imagens? Veja mais do trabalho da artista em sua página no DeviantArt.





Camila Gomes





19
nov
As variadas versões de “A Pequena Sereia”

Essa semana foi o 25º aniversário de “A Pequena Sereia”, da Walt Disney. O clássico marcou a época conhecida como “Renascimento da Disney”, tamanho foi o seu sucesso e de seus sucessores após anos de filmes que não tinham caído na graça do público comparado aos seus antepassados. A história nos apresentava a quarta princesa da franquia “Disney Princesas”, a ruiva e carismática Ariel, dublada originalmente por Jodi Benson. Desde sua estreia, já foram lançados VHS, DVDs e Blu-rays em edições especiais e de diamante, contando com variados materiais bônus sobre a produção do longa.

Acima: Capa do primeiro VHS (1989), Capa do DVD relançamento de 1997 Edição Limitada e Capa do Blu-ray Edição Diamante de 2013. Abaixo: A voz da Ariel, Jodi Benson.

Acima: Capa do primeiro VHS (1989), Capa do DVD relançamento de 1997 Edição Limitada e Capa do Blu-ray Edição Diamante de 2013. Abaixo: A voz da Ariel, Jodi Benson.

A inspiração da Disney para compor sua 28ª animação veio do conto de mesmo título escrito pelo dinamarquês Hans Christian Andersen, em 1837. Apesar dessa ser a versão mais conhecida, outras produtoras também já retrataram suas próprias “pequenas sereias”. Em homenagem ao aniversário da nossa princesa preferida que influencia a paixão por seres do mar de muita gente, vamos mostrar algumas outras ~Arieis~ das telinhas :)

apequenasereiapamdawber

Começando pela série dos anos 80 “Teatro dos Contos de Fadas” (originalmente “Faerie Tale Theatre”), transmitida aqui no Brasil pela TV Cultura. A cada episódio um conto era mostrado, e é claro que “A Pequena Sereia” não ficou de fora. Nesse, a protagonista se chama Pérola e é interpretada por Pam Dawber (foto acima). Assista ao capítulo inteiro e dublado no player abaixo:

“Hans Christian Andersen’s The Little Mermaid” é o título super criativo de uma animação japonesa de 1975. A Disney, inclusive, pegou bastante referência desse desenho para criar o clássico que conhecemos. Entretanto, ao contrário dela, que optou por um final alternativo e feliz, a versão oriental manteve o fim original e trágico. O nome da sereiazinha é Marina (acho interessante citar sempre o nome da personagem, afinal em cada produção é diferente, já que no original ela é chamada apenas por “pequena sereia” mesmo).

apequenasereiajapao1975

Em 1976 a Rússia já tinha a sua própria pequena sereia do filme live-action “Rusalochka”. Viktoriya Novikova é a atriz que interpreta a sereia (sem nome) de cabelos verdes, mas que ao se tornar humana, fica com os fios loiros (achei esse detalhe interessante, hehe!).

apequenasereiarusso1976

Em 1992 a distribuidora Trimark lançou uma animação da pequena sereia com apenas 50 minutos de duração, onde a personagem principal se chama Lena (quase igual a do livro da Carolyn Turgeon). O príncipe também ficou bem parecido com o Eric da Disney, não acham?!

apequenasereiatrimark

“The Daydreamer” é um filme musical norte-americano de 1966 centrado no próprio Hans Christian Andersen. Num resumo bem rápido, nele Hans aparece ainda criança, interpretado por Paul O’Keefe. Ele sonha com seus próprios personagens (pra quem não sabe, o dinamarquês é autor de muitos outros contos, incluindo o que inspirou “Frozen”) que aparecem em forma de marionetes. A pequena sereia faz a sua aparição na voz de Hayley Mills, cantando “Wishes and Teardrops”. Assista a essa parte em especial abaixo:

Mais um russo na lista, só que mais atual em todos os sentidos: tanto no lançamento do filme como na própria história. Em “Mermaid”, de 2007, Alice (Mariya Shalayeva) vive uma versão moderna da Ariel, vivendo nos dias de hoje e enfrentando conflitos adolescentes.

apequenasereiarusso2007

“Die kleine Meerjungfrau” é o título original do filme live-action alemão inspirado no conto de Hans Christian Andersen. A atriz Zoe Moore é quem dá vida a sereia Undine.

apequenasereiaalemao

BÔNUS: O filme japonês “Ponyo” (2008) dos estúdios Ghibli é bastante comparado a “A Pequena Sereia” da Disney (aliás, um estúdio pertence ao outro), pois trata-se de uma peixinha ruiva que quer virar humana para virar amiga de um menino. Isso não é em vão, pois o próprio diretor da animação, Hayao Miyazaki, confirmou ter se inspirado na história de Hans Christian Andersen também. Para quem nunca assistiu, fica a dica: passa direto no canal Discovery Kids! rs

ponyo

Espero que tenham gostado do post comemorativo aos 25 anos da nossa princesa preferida, que já foi retratada por diversos países de diversas maneiras e com diversos nomes! haha! 

Já conheciam todos os filmes? Ficou faltando algum? Deixe sua opinião nos comentários 😀

Para ver todos os posts relacionados a Ariel aqui no blog, clique aqui e aqui.





Camila Gomes