7
out
Resenha de livro – Quando as Sereias Choram por Mirella Ferraz
em: Cultura

A Mirella Ferraz é figura conhecida pra quem acompanha o Sereismo. Ela é a primeira sereia profissional do Brasil, chegou até a se apresentar no Aquário de São Paulo, lembram? Contei tudo aqui!

aquario-mirella-ferraz-sereia-10

Além de sereia, a Mirella também é uma das principais escritoras do Brasil. Ela é a autora do best-seller “Sereias – O Segredo das Águas” – resenha aqui – e agora lança seu segundo livro, o mágico “Quando as Sereias Choram”.

quando-as-sereias-choram2

O livro é fruto de um longo estudo de Mirella, que mixou a lenda da sereia com elementos da antiga cultura nórdica. A história te prende do começo ao fim, eu li em dois dias pra vocês terem ideia. É aquele tipo de trama que a gente lê já imaginando o filme e escalando os atores (rsrsrs).

Sabe o que é mais legal? Eu tive a honra de ser convidada para escrever o prefácio desse obra. Como jornalista confesso que cumpri um importante objetivo, e como apaixonada por sereia realizei um sonho. Obrigada Mirella ♥

quando-as-sereias-choram-02

  • Leia agora o prefácio de “Quando as Sereias Choram” escrito por essa que voz fala =)

E, de repente, só vejo uma longuíssima cabeleira loura, chicoteando e bailando em suaves movimentos na água, junto com uma extensa cauda esverdeada. Era Mirella Ferraz que, com total tranquilidade – como se estivesse realmente em seu ambiente natural –, ganhava as águas e os suspiros dos milhares ali que, entorpecidos, a assistiam em sua apresentação como a sereia que ela é, em um aquário de São Paulo.

A sensação imediata é quase que assustadora. “Muito real!” “Impressionante!” “Como ela aguenta ficar sem respirar por tanto tempo?”. “Como consegue enxergar embaixo d’água?”. Por longos minutos, sinto aquela magia renovada dentro do meu coração. A magia do encanto das sereias… A magia a qual Mirella nos faz realmente acreditar.

Mirella é mestre em fazer brotar esse sentimento lúdico de encanto e estupefação. Seja com sua incrível habilidade aquática ou com sua extraordinária e rica escrita. Ela escreve como gente grande! E com a graciosidade poética ou a petulância nada despretensiosa de uma sereia. Uma sereia que ao invés do dom para o canto, tem o dom para a escrita. Que coloca dúvidas em nossa cabeça ao abordar a pauta de um dos grandes mistérios da vida, o enorme buraco que existe no conhecimento registrado de seres que vivem nos oceanos.

Será que sereias existem? Será que se trata apenas de enormes coincidências todos os registros dessa “lenda” em praticamente todas as culturas e até mesmo em religiões? Porque será que os seres humanos têm uma ligação especial com o mar? São diversos “serás” que permeiam o mistério das sereias, na cativante obra de Mirella.

Nas páginas que virão a seguir, o leitor terá a chance de mergulhar em nesse universo encantador e, em cenários fantásticos a partir da comovente história de Liban, tendo a rica chance de ainda aprender sobre a antiga cultura nórdica, até mesmo tendo a oportunidade de “entrar na cabeça” de um guerreiro viking conseguindo entender os seus conflitos internos e o seu modo de agir e pensar, de acordo com sua contundente e implacável cultura. Cultura esta da qual Mirella se empenhou com afinco para estudar e pesquisar por anos, para enriquecer ainda mais o conteúdo deste livro. Fato facilmente comprovado já nas primeiras páginas, em que a autora escreve com tamanha facilidade e riqueza de detalhes, que nos fazem acreditar até mesmo que um ela viveu naquela época.

Da magia à dura realidade, da terra ao mar, do romance delicado e sonhador às cenas muito ardentes, do drama à comédia. Mirella soube explorar com maestria e dinamismo ímpar, todos os capítulos dessa narração. Todavia, sem deixá-la cair, jamais, no senso comum ou no clichê.

Recheada de ação e principalmente clímax, e com um final surpreendente, “Quando as Sereias Cchoram” vai te levar para o inimaginável. E acender em seu coração a magia que por ventura estiver apagada.

Uma ótima leitura a todos e que as sereias sempre os acompanhem em seus pensamentos.

quando-as-sereias-choram-01

quando-as-sereias-choram-03

ONDE COMPRAR?
Saraiva
Novo Século
Livraria da Folha
Livraria Cultura

  • Falando nisso, nessa sexta (dia 10/10) vai rolar o lançamento #Oficial e noite de autógrafo do livro “Quando as Sereias Choram” na livraria Saraiva do Shopping Eldorado, em São Paulo, às 19:00h. A Mirella Ferraz estará lá autografando exemplares eu, claro, irei lá para prestigiar minha sereia favorita. Para saber mais do evento clique aqui!

Se animaram com a leitura? Espero que sim! Porque essa obra é muito especial não só pra mim, é especial para nossa cultura. Acho que já passou da hora de darmos mais atenção para os autores brasileiros que escrevem obras de ficção e fantasia, né? E essa obra não perde em nada para as obras “gringas”.

Aliás, vocês sabiam que o batom Mirella é inspirado nela? 😉





Bruna Tavares





10
set
Resenha de livro – Deusa do Mar por P.C. Cast
em: Cultura

“Deusa do Mar” é um livro escrito por P.C. Cast e lançado em 2003. Ele é o primeiro da série “Goddess” (em português: “Deusas”) que atualmente já conta com 8 títulos. Entretanto, não se trata de uma série contínua. Cada livro narra a história de uma deusa separadamente, então uma leitura não prejudica a sequência ou pré-sequência da outra.

deusadomar_pccast1

Em “Deusa do Mar” a autora divide em três partes a aventura surreal e mitológica de Christine Canary, uma norte-americana de 25 anos que trabalha na Força Aérea dos Estados Unidos. Em uma noite de lua cheia, já no alto de sua bebedeira, a jovem invoca os poderes da deusa Gaia pedindo para que a trouxesse mais magia em sua vida. O que ela não esperava é que o ritual fosse dar certo e, dois dias depois, após se envolver em um acidente de avião, Chris se vê presa no corpo de uma sereia chamada Ondina, filha da deusa da terra e do deus da água.

Se apaixonar pelo oceano foi fácil para quem tinha uma vida monótona e solitária, ainda mais depois de conhecer um charmoso e gentil tritão. Porém, Chris tem que se esquivar das investidas do irmão de Ondina, que nutre uma paixão avassaladora pela sereia. Para ajudar a filha, Gaia a submete a outro encanto, a levando para o período medieval.

deusadomar_pccast2

Bom, se foi difícil escrever essa sinopse sem parecer uma tremenda confusão, imagina ler o livro inteiro! Apesar de P.C. Cast ter muitos fãs mundo afora pelas suas obras, achei a sua narrativa bem atrapalhada, deixando muitas perguntas sem respostas no final do livro. Tudo bem que esse foi o único trabalho dela no qual tive contato e pode ser uma exceção, além de ser um livro traduzido, mas havia partes em que eu não sabia mais onde estava por conta da fraca descrição.

Outra coisa que me incomodou foi o fato da autora achar que poderia escrever qualquer coisa só por se tratar de um livro sobre sereias. Concordo que o assunto já foge da realidade naturalmente, mas não é por causa disso que pode extrapolar e inventar situações mirabolantes demais até se não tivesse ser mitológico nenhum na história!

Por outro lado, o último capítulo me surpreendeu. Eu já estava sem esperanças de dar uma opinião positiva depois de ler tanta coisa sem noção e ao saber o final de certos personagens, mas o desfecho da protagonista me agradou deveras, pois foi algo que eu não esperava.

Conclusão: se você quer ler livros sobre sereias, não comece por “Deusa do Mar”! Ele pode servir como passatempo, mas não como referência. Ah, lembrando que a obra não é indicada para menores de 16 anos por conter bastante cenas picantes (acho válido ressaltar isso, porque muita gente acaba remetendo contos de sereias a romances pré-adolescentes, o que nem sempre faz sentido).

deusadomar_pccast3

Super coincidência eu ter um colar com a mesma descrição! kkkk

E vocês, já leram a obra? Concordam ou não com a resenha? Dê sua opinião nos comentários também :)





Camila Gomes





16
jul
Resenha de livro – Guia de Sobrevivência para Sereias fora d’água por Margot Datz
em: Cultura

O livro “Guia de Sobrevivência para Sereias fora d’água”, de Margot Datz, é um livro que toda sereia devia ter. Não só pelo título obvio, mas também pelo conteúdo.

guiadesobrevivenciamargotdatzcapa

Trata-se de uma pequena obra, com pouco mais de 30 páginas. A introdução é o trecho mais longo, e o restante se divide em pequenos textos ilustrados com lindas imagens feitas pela própria autora, um por página.

guiadesobrevivenciamargotdatz08

guiadesobrevivenciamargotdatz04

guiadesobrevivenciamargotdatz07

guiadesobrevivenciamargotdatz03

Os textinhos são nada mais que metáforas usando elementos como a cauda, o oceano, as pérolas e os piratas, que representam os problemas enfrentados pelas mulheres contemporâneas.

guiadesobrevivenciamargotdatzcontracapa

O que mais chama a atenção, mesmo, são as gravuras. Uma mais encantadora que a outra, dá vontade de enquadrar todas elas!

guiadesobrevivenciamargotdatz06

guiadesobrevivenciamargotdatz05

guiadesobrevivenciamargotdatz01

O “Guia de Sobrevivência para Sereias fora d’água” pode ser encontrado a venda em um dos links abaixo:

>> Livraria Saraiva

>> Livraria Cultura

guiadesobrevivenciamargotdatz02

Beijos, Camila





Camila Gomes