13
dez
Versão brasileira de A Pequena Sereia da Broadway vem aí!

Em maio postamos aqui a notícia de que a produtora IMM traria o musical da Broadway A Pequena Sereia para o Brasil em 2018. Desde então, não nos aquietamos até saber de tudo sobre o espetáculo! Uma audição foi aberta em agosto e essa semana foram revelados os nomes que irão compor o elenco principal (os rumores que chegaram até nós acertaram a maioria! rs!). Tendo essa informação, venho aqui contar pra vocês algumas curiosidades sobre os atores e as versões do musical ao redor do mundo 😀

Fabi é uma premiada atriz, cantora e dançarina carioca de 33 anos. Seu papel de mais destaque, até então, é o de Glinda em Wicked. Ela é muito querida no meio musical e possui um fã clube gigante por aqui. Uma curiosidade é que, em 2009, ela foi cover (o termo cover em musicais remete a substituto) da Bela em A Bela e a Fera, que por sua vez era interpretada originalmente por Kiara Sasso, a voz cantada da Ariel na animação da Disney. Mesmo ainda não tendo fotos da Fabi caracterizada como a personagem, já dá pra sentir um gostinho do que podemos esperar com esse vídeo gravado no início desse ano (seria um sinal do que viria no futuro? hehe) de Fabi cantando Parte do Seu Mundo:

O mineiro Rodrigo Negrini será o Príncipe Eric, seu primeiro protagonista num musical. Em seu currículo constam papeis em Aladdin, Os Miseráveis e Wicked. Assim como Fabi, ele também é cantor, ator e dançarino – o que é uma super vantagem, afinal há números de dança entre os dois personagens no espetáculo. Diferente da animação, o Príncipe Eric da Broadway tem bastante participação cantando e dançando.

rodrigonegrini

Rodrigo tem fama de ser muito simpático, então podemos esperar muitas fotos e sorrisos no stage door kkkkkk (stage door, em tradução livre, significa porta do palco, e é onde os atores encontram os fãs após uma peça). Para ver um pouco do que nos aguarda, assista abaixo um vídeo com Rodrigo e Lucas Cândido (o Linguado) cantando músicas da Disney:

Andrezza Massei, a nossa Úrsula, é uma paulista de 41 anos, atriz e cantora premiada e veterana no mundo dos musicais por seu grande talento. Esteve no elenco de A Bela e a Fera e seu último trabalho foi como Madame Thernadier em Os Miseráveis. Esse ano ela ganhou todos os prêmios que concorreu, ou seja, a mulher é demais! Já o Rei Tritão, que na Broadway é irmão de Úrsula, será interpretado por Conrado Helt, que atualmente está em cartaz com a peça Cantando na Chuva.

Por último, mas não menos importante, teremos Tiago Abravanel como Sebastião – de certo o nome mais conhecido do público geral por ser neto de Silvio Santos e ter feito novelas da Rede Globo. Entretanto, não podemos desmerecer seu enorme talento como cantor, o que já o garantiu o papel principal em grandes produções como o musical Tim Maia. Uma curiosidade engraçada é que ele não é o primeiro integrante da família Abravanel a ser um personagem de A Pequena Sereia, uma vez que sua tia, a apresentadora Patrícia Abravanel, já apareceu em um programa vestida de Ariel. Melhor família! hahaha!

Tiago e Patrícia Abravanel

Tiago e Patrícia Abravanel

SOBRE O MUSICAL

Para quem não sabe, a Disney possui uma produtora de teatro chamada Walt Disney Theatrical, que leva versões de seus clássicos animados para os palcos. Muitos vão parar na Broadway, ganhando enorme destaque e consequentemente vendendo os direitos das produções para outros países que, por sua vez, criam suas versões nacionais dos espetáculos (aqui no Brasil já tivemos O Rei Leão e A Bela e a Fera). Apesar de ser da Disney, nem sempre as histórias seguem fielmente o que vemos nas animações. Em A Pequena Sereia, por exemplo, o final é um tanto diferente (calma que não daremos spoiler – apesar de já ter contado em outro post uahua). Outra divergência é que alguns personagens ficam de fora, como o cachorro Max e Vanessa, a alter-ego de Úrsula, entre outras pequenas diferenças – o que torna a produção da Broadway mais única, digamos assim. A peça foi indicada a diversos prêmios, mas ganhou apenas o de Atriz Revelação pelo Broadway Audience Awards. 

Pôster do musical original da Broadway com Sierra Boggess como Ariel

Pôster do musical original da Broadway com Sierra Boggess como Ariel

Como estamos falando de musicais, muitas músicas dos filmes são aproveitadas, podendo serem estendidas ou encurtadas, e tantas outras novas são incluídas. Na época, foi comercializado um álbum com as músicas gravadas pelo elenco original com fotos do espetáculo no encarte, coisa mais linda!

apequenasereiabroadway_cdcapa

apequenasereiabroadway_cdcontracapa

apequenasereiabroadway_cd

apequenasereiabroadway_cdencarte01

apequenasereiabroadway_cdencarte02

apequenasereiabroadway_cdencarte03

AO REDOR DO MUNDO

Nos Estados Unidos, A Pequena Sereia ficou em cartaz por um ano durante 2008, com a estrela Sierra Boggess como Ariel. Ao ir para outros países, a peça pode sofrer algumas alterações no cenário e figurino, além de ser encenado por artistas do próprio país com as músicas traduzidas. Tudo tem que ser passado e aprovado para os diretores da Broadway, ou seja, o padrão de qualidade se mantém. Vale lembrar também que em teatro o elenco é escolhido pelo peso da carreira, não pela idade (claro que existe uma idade limite para certos personagens, mas não é tão a risca como em um filme, por exemplo), e a maquiagem é bem mais pesada por conta da distância entre o público e o palco. A Pequena Sereia já teve versões nas Filipinas (2011), Holanda (2012), Rússia (2012 a 2014), Japão (2013) e Canadá (2014). Vejam abaixo as Arieis de cada região:

Filipinas, Holanda, Rússia, Japão e Canadá

Filipinas, Holanda, Rússia, Japão e Canadá

No caso da versão brasileira, a produtora responsável por trazer o musical conseguiu comprar os direitos totais do musical, o que significa que ele não tem a obrigação de ser uma réplica exata da versão norte-americana. Por outro lado, estamos contado com a diretora e coreógrafa Lynne Kurdziel, que dirigiu montagens da obra em outros países.

Fabi Bang, Lynne e Rodrigo Negrini durante audições

Fabi Bang, Lynne Kurdziel e Rodrigo Negrini durante audições

Fabi Bang durante audições

Fabi Bang durante audições

Para criar o efeito do universo submarino, os atores andavam de patins no palco, o que nas produções mais recentes foi substituído por fio “invisíveis”, em uma técnica de palco semelhante a que utilizam para fazer a personagem Mary Poppins voar em cena. Já na questão figurino, em alguns países a Ariel tem o cabelo todo pra cima para simular o efeito da água mas pra mim fica parecendo mais a Marge SimpsonFica no ar a dúvida de como será feito aqui no Brasil!

apequenasereiabroadwaybr

A Pequena Sereia tem previsão para estrear em março no Teatro Santander, em São Paulo. A temporada deve durar 6 meses, já que o local pretende receber outro espetáculo no segundo semestre de 2018. Continuem ligados aqui no Sereismo e em nossas redes sociais (Instagram e Facebook) para mais novidades! Com certeza estaremos presentes na estreia e vai rolar muitas fotos e resenha 😀

ATUALIZAÇÃO: Os ingressos começarão a ser vendidos online pelo site Ingresso Rápido a partir da meia-noite do dia 31 de janeiro. Também será possível adquirir diretamente na bilheteria do Teatro Santander, antecipadamente. A estreia está marcada para o dia 30 de março e a temporada segue até o dia 29 de junho. 





Camila Gomes





29
nov
Dicas para um ensaio subaquático

Recentemente realizei meu primeiro ensaio fotográfico subaquático profissional. Desde 2014 que eu me aventuro com fotos embaixo d’água, mas tudo bem caseiro usando uma GoPro mesmo, e quem fotografava era algum familiar que tava ali na piscina na hora, ahuhaua. Até que chegou o momento que eu queria mais, queria fazer algo realmente bonito! Quando percebi que já estava craque com poses aquáticas, entrei em contato com a fotógrafa Raphaella Guimarães (que eu já conhecia de outros carnavais! uaheua) e nós mandamos ver!!

Não seria se eu se não aproveitasse a oportunidade para ser a Ariel também, né?! heuhaea! Fiz fotos com a Rapha usando dois figurinos, um de Ariel (com peruca, cauda verde e top de biquini) e um de sereia Camila mesmo (com o cabelo natural, cauda preta e um top de conchas que a mãe da Rapha estilizou especialmente para o ensaio). A edição das fotos é assinada pela Rapha também, estávamos numa piscina e ela conseguiu fazer com que no produto final eu parecesse estar no fundo do mar mais lindo!

ensaiosubaquatico_byrapha (5)

Antes de começar a dar as dicas, gostaria de salientar que eu não sou mergulhadora, nadadora ou sereia profissional. Tudo que sei é por experiência própria de 3 anos brincando com cauda na piscina. Portanto, não posso ensinar técnicas mais elaboradas, pois seria irresponsável da minha parte, mas tentarei passar para vocês dicas básicas de poses para quem quer realizar um ensaio subaquático só por diversão, assim como eu :)

FIGURINO

Para começar, você precisa basicamente de uma cauda própria para nado com monofin. A monofin é importantíssima para o mergulho; sem ela, além da cauda ficar feia esteticamente, você também não conseguirá se mover dentro d’água propriamente. Nas fotos usei minha cauda verde da Miami Beach Mermaids e a preta da MS-Fins (porém, ambas não vendem mais nas lojas – veja onde comprar uma nesse post aqui)A parte de cima fica a seu critério! Pode ser um biquíni bonito, um top de conchas ou até mesmo uma blusinha. No meu ensaio, para as fotos de Ariel, usei um top da Hot Topic e, para as outras, a própria mãe da Rapha que fez um top de conchas especialmente para as fotos. Caso você opte por um assim, as conchas devem ser bordadas, pois se forem apenas coladas, podem sair na água (o mesmo vale para coroas ou outros acessórios). Também cheguei a tirar uma foto usando uma camiseta da coleção Sereismo para Lolja, só para brincar! E ficou bem legal! A opção seios desnudos também é válida e ficaria um nu artístico maravilhoso, afinal estamos falando de sereias 😉

ensaiosubaquatico_byrapha (8)

ensaiosubaquatico_byrapha (12)

camilagomes_loljasereismo_porraphaguimaraes

Caso você não tenha cauda, procure um fotógrafo que ofereça figurino de sereia completo. Nesse post aqui damos várias dicas de profissionais que fazem esse tipo de serviço por todo o Brasil. Outra dica para compor o look é o uso de lenços que dão um efeito bem bonito na foto. Eles são usados bastante por pessoas que fazem ensaios subaquáticos sem cauda, especialmente as grávidas (lembram da Beyoncé?). A Rapha tirou fotos subaquáticas de gestante da blogueira Juliana Goes com o uso de lenços e flores, e ficou mágico:

Em caso de peruca, basta colocar uma touca e depois prender a peruca com bastante grampos. Entretanto, eu sugiro que você apenas faça uso de peruca se quiser algo realmente diferente do seu cabelo, como por exemplo querer outra cor. No meu caso, como eu quis ser Ariel também, usei uma peruca ruiva e senti uma grande diferença na hora de fazer as fotos com o meu cabelo natural. A peruca acaba atrapalhando bastante para fazer poses e até mesmo para mergulhar. Com o cabelo natural me senti mais livre, sabe? Se for só para aumentar o comprimento, apliques podem resolver – a Hannah Mermaid, por exemplo, tem o cabelo joãozinho e sempre usa aplique para suas apresentações e ensaios fotográficos, mas estamos falando de uma sereia profissional extremamente experiente que manja pra caramba de mergulho, né! uahuaha! De qualquer maneira, acho que aplique deve atrapalhar menos que peruca. Em todo caso, confie no seu cabelo natural, pois o próprio ambiente aquático trata de deixa-los naturalmente bonitos e dançantes (aliás, o que mais me encanta nas sereias são os cabelos soltos que dançam com a água!) <3

ensaiosubaquatico_byrapha (7) editado

ensaiosubaquatico_byrapha (13)

Quanto a acessórios, em ensaios subaquáticos menos é mais. Se não for algo realmente chamativo, mal vai aparecer na foto, ainda mais se a água estiver turva. Só de você estar com uma cauda já vai te fazer arrasar! É o poder das sereias! hauhaua!

MAQUIAGEM

Opte, obviamente, por produtos a prova d’água, senão borra tudo. E tome cuidado ao voltar para a superfície e não coçar os olhos. Assim como os acessórios, em maquiagem menos é mais também. Por mais que você use apenas produtos a prova d’água, se desenhar escamas, por exemplo, pode ser que na foto apareça apenas umas manchas, sabe? Nas minhas fotos caseiras eu nunca uso maquiagem, já no ensaio que fiz com a Rapha usei apenas corretivo nas olheiras, batom líquido matte porque fica mais sequinho (Maçã do Amor do Pausa Para Feminices), máscara de cílios e fiz um delineado com lápis preto.

ensaiosubaquatico_byrapha (9) editado2

POSES

Embaixo d’água todas as poses acabam sendo espontâneas, e você tem que ter paciência e ter em mente que precisará mergulhar muitas vezes, pois de 100 fotos tiradas, é provável que apenas 10 fiquem boas (claro que isso depende do seu nível como mergulhadora, estou me baseando em uma pessoa que não possui muita técnica). Vá mergulhando e nadando bastante, para lá e para cá, sinta a água, relaxe e divirta-se, que assim as poses vão saindo naturalmente.

ensaiosubaquatico_byrapha (4)

Para se manter mais tempo no fundo, o ideal é treinar a apneia. Você deve tirar todo ar do seu pulmão e respirar pelo diafragma. Caso você não domine sua respiração, uma opção é colocar lastros dentro da parte de baixo (são pesinhos que parecem sabonetes usados por mergulhadores profissionais, vende em lojas de esporte). Esses lastros não vão te fazer afundar e nem vão te prejudicar na hora de voltar a superfície, eles apenas te ajudam a não boiar. Dessa forma, você consegue sentar lá no chão e fazer poses mais elaboradas. Usei e abusei dos lastros no ensaio com a Rapha, inclusive essa dica foi dela e ela também usou para se manter lá embaixo. A Rapha fez anos de natação e tem uma boa apneia, ou seja, é importante que o fotógrafo também esteja preparado. Com certeza é uma vantagem e faz uma grande diferença! Além disso, combine antes com o profissional a pose que você pretende fazer lá embaixo. Para esses casos, é sempre bom rolar uma pré-definição antes de soltar o clique.

ensaiosubaquatico_byrapha (19) editado

Vale lembrar, também, que na água tudo dobra de tamanho (dependendo da lente que o fotógrafo usar), então temos que nos atentar, principalmente, aos movimentos dos braços. Devem ser sempre leves e delicados, e se possível sempre mais próximos ao corpo. Se ficam muito abertos e afastados, pode dar a impressão que estão maiores que o normal e fica estranho. Outra coisa que devemos lembrar é a expressão facial. Jamais, em hipótese alguma, prenda a respiração com ar na bochecha, a não ser que você queira parecer que está se afogando, huahua! Lembre-se sempre de manter o rosto relaxado e evitar soltar bolhas.

ensaiosubaquatico_byrapha (15)

LOCAL

Se você não é boa nadadora, opte por piscinas. No mar, além de correr o risco de pegar correnteza ou águas mais revoltas, ainda tem a questão do sal, que te faz boiar mais do que o normal, e o uso dos lastros em mar aberto não é indicado para não mergulhadores. Vale lembrar, também, que você estará com as pernas presas e, estando no mar sem saber nadar, o perigo pode ser iminente. Fotos subaquáticas são lindíssimas, mas tenhamos responsabilidade em primeiro lugar!

A piscina deve ter boa iluminação e quanto mais clara, melhor. Não pode ter muito cloro também, senão a água fica turva e isso prejudica demais a qualidade das fotos (além do mais, os seus olhos e os do fotógrafo podem ficar bem irritados). Dependendo da edição, as fotos em piscina podem ficar tão lindas quanto fotos no mar do Caribe!

ensaiosubaquatico_byrapha (16)

Espero que tenham gostado das dicas! Lembrando que esse post, em especial, é para pessoas que querem tirar fotos aquáticas com cauda. Para gestantes, em específico, requer mais cuidado e recomendação médica, e de preferência realizar as fotos antes dos 6 meses de gestação. Dicas direcionadas para fotógrafos podem ser encontradas nesse outro post aqui, já para ver dicas de ensaios infantis, clique aqui.

E só por curiosidade… Abaixo a minha primeira foto subaquática em 2014, feita com uma GoPro (provavelmente tirada pelo meu marido ou irmã, uahua). Demorei anos para aprender a “controlar” os braços e até o próprio corpo e a respiração. Ver fotos e vídeos na internet, pesquisar, conversar com profissionais (minha amiga sereia Mirella Ferraz me ajudou muito também!), e claro, treinar bastante, é essencial para chegar a perfeição em qualquer coisa que fazemos na vida. E, no final, tudo vale a pena <3





Camila Gomes





17
nov
A série live-action Little Mermaid’s Island

Hoje é aniversário de 28 anos do lançamento do clássico Disney A Pequena Sereia. Ele marcou a chamada “era do renascimento” do estúdio e, além de ter originado mais duas continuações e um seriado animado, também quase virou uma série live-action.

littlemermaidsisland

Little Mermaid’s Island foi um projeto proposto por Jim Henson em 1990 durante uma reunião com a The Walt Disney Company. Seria um spin off do filme original, só que com atores reais. Dois episódios foram gravados, incluindo a música de abertura, mas nunca foram ao ar.

Os episódios, intitulados “O Aniversário de Sebastião” e “Diga a Verdade”, contavam com atores interagindo com fantoches em um cenário chroma key. A Ariel foi interpretada por Marietta DePrima, e o ator Clive Revill viveu uma versão mais jovem de Grimsby, que na série era um capitão de navio que vivia numa ilha próxima de Ariel. Os personagens que apareceriam como fantoches eram Linguado, Sebastião, Sabidão, Pedro e Juca, e ainda introduziriam Sandy, a irmã gêmea de Linguado.

A ideia do projeto era que a série fosse ao ar diariamente no Disney Channel, e cada episódio teria 4 números musicais. Infelizmente, Jim Henson faleceu dois meses depois que as gravações começaram, e o programa foi deixado de lado. Alguns anos depois, em 1992, a Disney lançou a série televisiva animada A Pequena Sereia, que tinha basicamente a mesma proposta do live-action, porém sem relação com esse projeto, e permaneceu no ar até 1994 (e que os fãs da Ariel amam e são nostálgicos até hoje!).

Gostaram dessa curiosidade? Quase tivemos uma Ariel de verdade! Agora é continuar torcendo para que pelo menos uma versão live-action do filme saia (boatos não faltam, mas a Disney continua sem confirmar nada).





Camila Gomes