10
fev
Sereismo nos desfiles das escolas de samba Carnaval 2016
em: Cultura

Sereias estão em alta e não era de se surpreender que elas também invadiriam o carnaval. Além de ser a fantasia mais comum entre os blocos de rua, também pudemos ver sereismo nas escolas de samba, tanto em São Paulo como no Rio de Janeiro. E se você não viu porque já tava dormindo (seja por puro sono mesmo ou ressaca, kkkk), a gente mostra tudo pra ti agora 😀 Vem comigo!

vilamaria01

vilamaria02

vilamaria03

vilamaria04

vilamaria05

vilamaria06

vilamaria07

Começando pela Unidos de Vila Maria, de SP, que desfilou na madrugada de sábado e homenageou Ilhabela. O enredo era todo mágico, misturando uma lenda local sobre uma feiticeira com as invasões reais de piratas.O desfile seguiu com referências a Iemanjá, a rainha do mar, e às sereias que, segundo as lendas, habitam as cachoeiras da ilha, representadas no carro abre-alas que jorrava água e foi um dos destaques da escola. Dani Bolina, a Madrinha de Bateria, estava com a fantasia de Rainha das Águas.

rosasdeouro

A Rosas de Ouro também desfilou na madrugada de sábado, em São Paulo. Seu tema era tatuagem e contou com a atriz Ellen Roche como sereia e Rainha da Bateria, conduzindo 220 ritmistas como marinheiros.

casaverde01

casaverde02

casaverde03

casaverde04

casaverde05

A Império de Casa Verde foi a grande campeã do carnaval paulista, levando para a avenida o samba enredo sobre os mistérios das civilizações. Uma das alegorias fez homenagem a Atlântida, o continente perdido. O carro trouxe dragões e um grande Netuno para falar da lenda, e soltava bolhinhas de sabão na avenida.

portela01

portela02

portela03

portela04

Agora, indo para o Rio de Janeiro, a Portela fez uma viagem pela história da humanidade, passando até pela obra literária Odisseia de Homero. O abre-alas narrou o retorno de Ulisses para sua casa na Ilha de Ítaca, que durou 20 anos porque o furioso Poseidon lançou sobre ele ventos e tormentos. Claudio Matos, de 23 anos, representou a divindade, onde emergia de flyboard por jatos d’água.

E aí, qual desfile vocês mais gostaram?





Camila Gomes





15
jan
Bloco de Carnaval Sereianos em São Paulo
em: Cultura

Pra quem sempre quis participar de uma festa semelhante ao Mermaid Parade, chegou a hora! São Paulo será palco do bloco de carnaval Sereianos. E sim, com um nome desse podemos esperar muitas sereias e tritões na folia!

blocosereianos01

Os organizadores são a design de moda Isadora Zendron e o arquiteto e cenógrafo Luiz Felipe Toledo, que queriam apenas juntar alguns amigos numa festa de rua, mas o tema atraiu a atenção de um grande cardume! No evento oficial do Facebook, já são quase 1.500 pessoas confirmadas.

blocosereianos02

Esse será o primeiro ano do bloco e os idealizadores esperam que os foliões se joguem nesse universo lúdico para que possam repetir nos carnavais seguintes, afinal eles amam sereias e amam o carnaval!

blocosereianos03

A ideia é que a rua seja tomada por sereias e que todas se sintam representadas. Eles prometem sereias brancas, negras, magras, plus size, trans e drag. E é claro que tritões também estão inclusos. Nas palavras da Isadora e do Luiz, o importante é se sentir sereia! 

Se você estará por São Paulo durante o carnaval, então dá uma passada lá! Eu farei de tudo pra ir! O bloco acontece no dia 21 de fevereiro, das 16h às 22h. O local será divulgado em breve.

Para ficar mais por dentro, curta a página do Sereianos no Facebook, confirme sua presença na página do evento e convide seus amigos 😀  Tira sua cauda do armário e vamos foliar para que vire uma tradição!

E já que o assunto é esse, relembre aqui algumas inspirações de maquiagem *sereísticas* para o carnaval 😉





Camila Gomes





11
nov
A lenda da deusa NüWa

Vamos de lendas hoje? Dando a volta ao mundo e parando na China conhecemos a lenda da deusa NüWa ou Nu Kua. Na mitologia chinesa, foi ela quem criou o universo e é retratada como sendo uma sereia, mas não no estilo convencional, e sim metade humana, metade serpente.

Ilustração da NüWa por Susanne Iles

Ilustração da NüWa por Susanne Iles

NüWa é associada à chuva, poças de àgua, lagoas, lagos e outros lugares onde as àguas param e são populadas por criaturas anfíbias e peixes. A divindade aparece também em mitos da Babilônia, atendendo pelo nome de Tiamat.

tiamat

O mito conta que NüWa foi a responsável por consertar o céu usando pedras coloridas, após o mundo ter sofrido com geadas e inundações. Na cidade de Shenzhen, na China, há uma estátua de sua figura, construída nos anos 80, que mede quase 13 metros de altura e fica próximo ao parque Sea World (ironia?).

nuwa_estatua

Gostaram? Deixe nos comentários alguma sugestão de lenda para abordarmos aqui no blog 😀





Camila Gomes