26
dez
Resenha de livro – A Fábula de Dualina por Arnaud Mattoso
em: Cultura

A Fábula de Dualina é um conto publicado pelo autor e jornalista Arnaud Mattoso pela Chiado Editora. A história é contada em primeira pessoa pelo protagonista, um surfista que sofre um acidente enquanto surfava e é salvo por uma sereia chamada Dualina. 

afabuladedualina_capa

O personagem, então, descobre um mundo aquático de sereias que também surfam e, além de estarem em busca da onda perfeita, também procuram pelo ser humano ideal que possa reproduzir com todas elas, a fim de criar uma nova espécie anfíbia. Essa nova espécie seria capaz de transitar em terra e água, e seria a solução para acabar com a poluição e outros problemas do meio ambiente causados pelo homem. O tal surfista escolhido para essa missão acaba se apaixonando por uma das sereias e, agora, deve decidir se aceita ser o chefe do harém, quiça salvador da Terra, ou voltar a sua vida humana comum.

afabuladedualina_contracapa

Eu achei a capa do livro bonita, atrativa, e ele conta com apenas 55 páginas. A narrativa é bem escrita e a descrição da sereia principal, a Dualina, difere da maioria das sereias de outras histórias. Ela é uma sereia oriental. Entretanto, eu sinceramente não gostei da trama. Basicamente mostra que as sereias existem a milhares de anos protegendo os oceanos, porém precisam de um único homem no qual a única função é surfar, ser mimado pelas sereias como um verdadeiro rei e reproduzir com elas. Meio nonsense, né?!

Onde comprar?





Camila Gomes





gravatar
outubro 3rd, 2017 às 12:46 am

1

Oi Camila, adorei sua resenha. Descobri agora, por acaso. É legal saber a visão de outra pessoa sobre este conto longo. É bem non sense mesmo. O nome Dualina surgiu num sonho. Acordei,anotei no bloco ao lado da cama e voltei a dormir. Guardei este nome por alguns anos até a história vir “do nada”. Saiu assim, puf, rápida. O que mais curto neste conto é o lance da Saudade, de o surfista rejeitar o que parece perfeito por causa deste sentimento. O final com o colar também acho bacana. PS. vc leu Mar de sangue, também da Chiado? bjs e obrigado pela resenha.